Me leve com você


Nesta história emocionante narrada através de e-mails, dois dos maiores nomes da literatura YA contemporânea nos apresentam a dois irmãos em busca de um lugar seguro no mundo.

Beatriz e Ezra são irmãos e o principal apoio um do outro. Desde que a mãe deles se casou novamente, a vida dos dois ficou bem mais complicada. Mas Bea sempre fez questão de ocupar o posto de encrenqueira da casa e dar tudo de si para proteger Ez dos adultos. Até agora. Quando Bea vai embora sem avisar ninguém, a situação do garoto muda complemente – ainda mais dentro de casa. Dividido entre a saudade, a raiva e a preocupação, Ez agora só pode contar com a irmã à distância, já que tudo que ela deixou para trás foi um endereço de e-mail secreto para se corresponder com ele. Enquanto Bea vai em busca de segredos do passado na esperança de mudar seu futuro e Ez tenta encontrar seu lugar no mundo sem a irmã, os dois vão precisar aprender a confiar em si mesmos até poderem se reencontrar.

📖Skoob 👍Avaliação Final:   💳Onde Comprar: Amazon - Submarino

Aviso de conteúdo: este livro aborda temas como abuso psicológico e físico dentro do ambiente familiar. 

Este é o início de tudo. Se eu contar para outra pessoa, a nova realidade vai começar. 

Você provavelmente jamais imaginaria o quão ruim é o que acontece entre as quatro paredes do número 885 da Hidden Valley Circle, se não fosse pela fuga repentina, mas esperada de Beatrix Ahern.

Beatrix ou simplesmente Bea, é o tipo de garota que cresceu ouvindo coisas como: "VOCÊ NÃO VAI CONSEGUIR. VOCÊ VAI FRACASSAR. VOCÊ SEMPRE FRACASSA EM TUDO, NÃO IMPORTA O QUE FAÇA, PORQUE É ISSO QUE VOCÊ É. UMA PERDEDORA. UMA FRACASSADA. VOCÊ NÃO É NADA. " 

Ninguém nunca esperou nada de bom dela, exceto seu irmão caçula Ezra. Era eles contra ao mundo, porém, quando ela parte sem dizer nada, deixando apenas um endereço de e-mail para o irmão, pela primeira vez ele se sente sozinho para encarar todo o caos de sua família. 

A gente achava que tinha um muro ao redor da nossa história. Mas e se fossem janelas? 

Através da troca de e-mails entre Ezra e Bea que vamos descobrindo mais sobre como funciona a dinâmica dentro da família Ahern, os motivos que levaram Bea a fugir de casa e deixar o irmão para trás e como quão difícil é para ambos os irmãos encarar essa nova realidade separados.  

O que nos machuca mais, a presença ameaçadora e agressiva deles ou a ausência de bondade?

Se você já leu algum livro da Jennifer Niven  ou do David Levithan já deve imaginar o que esperar durante a leitura, porém, ainda assim, a maneira coma a história é contada e a ordem que os detalhes sobre a vida nada perfeita dos irmão Ahern são revelados conseguem nos surpreender durante a leitura.  

Quando estamos acostumados com pessoas tóxicas, é difícil aceitar sermos tratados bem. Temos o impulso de botar tudo a perder e depois sair correndo.


 

Não irei entrar em mais detalhes sobre a trama, mas acho que é importante você saber que apesar de ambos os autores saberem como abordar temas sensíveis e uma maneira "leve", esta história é daquelas que irão nos deixar desconfortáveis, indignados e um pouco esperançosos em vários momentos. Se você já leu alguns dos livros a seguir já pode ter uma ideia do que esperar emocionalmente falando durante a leitura: Pessoas NormaisUm caso perdidoÉ assim que acabaMentiras como o amorIdentidade roubadaTodas as pequenas luzes

O passado não pode nos ajudar agora. Ficar pensando no que poderia ter sido não vai nos ajudar a seguir em frente; só vai nos arrastar para trás.

Me leve com você é um livro necessário, principalmente para os jovens que assim como os protagonistas vivenciam essa realidade todos os dias. A forma escolhida para contar a histórias através da troca de e-mails entre os irmãos traz um sinceridade e cumplicidade que talvez se fosse narrada de outra forma, não conseguiria transmitir de um forma de honesta e crível a beleza da relação entre Ezra e Bea, mesmo que o plano de fundo seja em meio a tanta dor.  Através das conversas percebemos como Ezra tinha uma visão distorcida de como uma família deveria ser, em como ele e a irmã se sentiam sozinhos e incapazes de fazer algo para mudar a realidade em que estavam inseridos, mas nunca deixaram de cuidar um do outro. É exatamente quando eles percebem a única forma de quebrar o ciclo é derrubando os murros e deixar que a  luz entre e ilumine  um novo caminho em meio a tanta escuridão. 


Quem é a Bea? Ela é engraçada e inteligente. Mais inteligente do que pensava. Ela é criativa e resiliente e consegue resolver as coisas sozinha. Ela é trabalhadeira. Ela sabe ser sexy. Ela tem uma risada ótima. Ela gosta de rir. Ela quer aprender. Ela quer ser uma boa irmã. Ela quer ser uma pessoa generosa que ajuda os outros. Ela não quer ser isolada como uma ilha. Ela quer poder chorar e que alguém diga que vai ficar tudo bem, ainda que ela não precise disso. 

0 Comentários

Postar um comentário

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique à vontade para comentar. Obrigada pela visita e volte sempre!

@profanofeminino