Alfajor



Em 2010 experimentei pela primeira vez o famoso alfajor argentino, e me apaixonei por essa iguaria.  Na época não era algo que se encontrava para comprar com tanta facilidade (hoje em dia a gente até encontra, mas nem sempre são tão bons). Então comecei a procurar receitas para tentar fazer em casa. Em  2011 achei uma receita , que até compartilhei aqui, que foi a mais perto que cheguei da lembrança do original.

Praticamente 10 anos depois da publicação da primeira receita hoje gostaria de compartilhar com vocês a receita que depois de algumas tentativas foi a quem mais se aproxima do sabor do alfajor argentino, na minha humilde opinião.   

História do alfajor


Talvez poucas pessoas saibam disso, mas esse doce tão tradicional da argentina tem origem árabe, e era conhecido como “al-hasu”, que em árabe, significa recheado.  Com a ocupação árabe na Península Ibérica em 1711, o alfajor chegou à Espanha. Originalmente era produzido com amêndoas, mel e avelãs. Mais de 100 anos depois, em 1869, na província de Córdoba o químico francês Augusto Chammás abriu uma fábrica familiar de doces — incluindo o alfajor, sendo assim um dos pioneiros na industrialização do cone na Argentina. A receita, que antes era como um marzipã, levando gema de ovo e amêndoas, foi adaptada para a versão que conhecemos hoje em dia.

Ah, vale lembrar que esse é um doce também é bem comum em países como Uruguai, Chile e Peru. 


Ingredientes


Massa:


2 ovos

100g de manteiga amolecida (1/2 xícara)

1/2 xícara de açúcar demerara

1/2 xícara de açúcar mascavo

2 xícaras  e 1/2 de farinha de trigo

1 xícara de amido de milho

1 colher de cacau em pó

2 colheres de chá de fermento químico

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

2 colheres de chá de essência de baunilha

15g de mel ( 1 colher de sopa)

Raspas de limão


Recheio:


Doce de leite (temos no blog uma receita ensinando como fazer seu próprio doce de leite, confira aqui). 


Cobertura:


400g de Chocolate meio amargo (fracionado ou nobre temperado)


Modo de Preparo


1. Em uma tigela, bata a manteiga com o açúcar (açúcar demerara + mascavo), até formar um creme. Depois acrescente os ovos. Essa etapa você pode fazer tanto a mão com o auxílio de um fouet, quanto na batedeira.  

2. Em seguida acrescente o mel, a essência de baunilha e as raspas de limão. 

3. Peneire a farinha de trigo, o amido de milho, o cacau em pó, o bicarbonato de sódio e o fermento químico e vá acrescentando a mistura de secos ao creme na tigela.  

4. Vá misturando até obter uma massa lisa.  Transfira  a massa para um saco de congelamento aberto ou plástico-filme e leve para a geladeira por 30 minutos. 

5. Abra com um rolo a massa entre dois plásticos-filme, deixando-a com espessura de 0,5 cm. 

6. Corte com um cortador redondo e os arrume em uma assadeira untada com manteiga e polvilhada com farinha de trigo ou forrada com um tapete de silicone. Antes de levar ao forno com o auxílio de um garfo fure de leve o centro dos discos para elas não inflarem. 

7. Asse em forno médio (180 °C), preaquecido, entre 15 a 20 minutos. O ponto ideal é quando a massa estiver sequinha, mas macia ao toque. 

8. Deixe esfriar completamente. Depois recheie os disco com doce de leite da sua preferencia e una as partes. Reserve. 

9. Enquanto isso derreta o chocolate conforme as instruções da embalagem.  Com o chocolate derretido, banhe os discos e deixe secar em um papel manteiga e tá pronto é só aproveitar!

  

Dica: Caso utilize chocolate nobre, não esqueça o processo de temperagem.


Substituição: Se você não tiver açúcar mascavo ou demerara em casa, você pode trocar por 1 xícara de açúcar cristal. Caso você use outro tipo de açúcar ou adoçante culinário contra pra gente como ficou o resultado final! 



Você já experimentou alfajor? Se sim o que você achou do doce? Espero que você se animem para testar a receita, qualquer dúvida é só perguntar! Aproveite e me conta qual doce você gostaria de ver a receita por aqui? 





5 Comentários

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique à vontade para comentar. Obrigada pela visita e volte sempre!

  1. Confesso que eu precisaria estar bem inspirada para fazer alfajor em casa, pois achei a receita um pouco complicada pra mim, que não tenho o hábito de cozinhar diferentes receitas. Mas, não tem como negar que o alfajor argentino é maravilhoso! Quando fui à fronteira com Foz do Iguaçu/PR trouxe caixas de alfajor da Argentina, e quando voltei pra minha cidade presenteei os mais chegados com o doce, além de comer bastante também, é claro, haha.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi
    só essas imagens que postou deu agua na boca, gostei da receita, mas nem me arrisco muito a fazer porque sou um desastre na cozinha, mas que bom que compartilhou a receita por aqui.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá..
    Ainda não tive oportunidade de experimentar esse doce, mas como sou praticamente uma formiga, já fiquei aqui ansiosa pra experimentar!
    Nunca vi vendendo também, mas, vou aproveitar sua receitinha e tentar fazer. Aliás, vou pedir minha mãe pra fazer, pois ela é fera nos doces, inclusive, o doce de leite caseiro que ela faz é MARAVILHOSO!
    bJO

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. oiee!

    eu não lembro se comi alfajor, mas pela foto que vc usou no post, acho que preciso fazer essa receita o mais rápido possível. deve ser uma explosão de sabores incrível. <333

    vou deixar o post salvo aqui.

    eu amo ler receitas, mesmo não sendo muito bom de culinárias. tortas e bolos são minhas preferidas. #ficaadica

    2bj!

    Não me venha com desculpas - Adriel Christian

    ResponderExcluir
  5. Yummy! Amo esse docinho!

    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

Postar um comentário

@profanofeminino