Formas reais de amar

by - quarta-feira, novembro 07, 2018


Que soem os sinos da Abadia, pois uma nova princesa surgirá no nosso mundo em maio deste ano! E, no universo da Agência Página 7, outras quatro princesas chegam para conquistar a literatura nacional. Nesta nova coletânea, reunimos quatro escritoras para contar as virtudes e desventuras de futuras herdeiras ao trono que, com muita sutileza, inteligência e solidariedade, foram criadas para serem grandes líderes. Mas será que é possível governar uma nação e ainda assim controlar o próprio coração? Continuando a valorizar a perspectiva “own voices”, em que o autor escreve sobre algum aspecto de sua vivência, “Formas Reais de Amar” dá espaço para protagonistas não brancas alcançarem a imaginação dos leitores e cativarem seus corações. 

Nessa coleção, Lavínia Rocha traz a rivalidade dos reinos Minas e Gerais, onde seus herdeiros têm que trabalhar juntos para amenizar os problemas sociais e políticos e acabam descobrindo que a parceria deles vai além do simples dever com a Coroa. Já Solaine Chioro conta a história da futura governante de Sídera, uma jovem que fez de tudo para fugir e esconder seus sentimentos, mas que agora tem que enfrentar não só o compromisso com seu reino, como lidar com suas inseguranças e se abrir para o amor. Olívia Pilar mostra como nem sempre conseguimos fugir do nosso destino, mas podemos nos adaptar a ele, narrando a trajetória da herdeira do Reino das Marés, que decide passar um tempo bem longe de casa, e o que era apenas um momento para descanso e reflexão acaba se mostrando um divisor de águas na vida dela. Agora, se a vida de uma princesa parece ser puro glamour, Valéria Alves revela que não é bem assim com a história de Catarina, que só queria comer pão de queijo durante o coffee break de uma simulação da ONU e acaba no meio da multidão em frente à Abadia de Santa Rita de Cássia, no evento mais importante do ano, e descobre que seu príncipe está mais perto do que ela imagina.
📖Skoob  👍Avaliação Final: 

Livros que reúnem mais de um autor são uma ótima opção para conhecermos novos nomes da literatura. Em Formas Reais de Amar tive a oportunidade de conhecer a escrita de Lavínia Rocha, Olívia Pilar, Solaine Chioro e Val Alves, quatro autoras brasileiras e posso adiantar para vocês que surpresa boa!

Já adianto, esqueça as princesas da Disney, neste livro você irá conhecer 4 princesas que dão um show de empoderamento e representatividade com aquela pitada de brasilidade que a gente ama.  

Catarina, do Reino Unificado, por Val Alves 

Este é o primeiro conto do livro e acabou se tornando meu favorito. Nele Val Alves no conta a história de Catarina uma garota cheia de sonhos e teorias que se vê arrastada pela melhor amiga para um dos eventos mais importantes do ano. O que poderia ser um dos piores dias da sua vida acaba se tornando um dos melhores. Mas antes das coisas darem certo muita coisa dá errado.

Este é o conto mais leve e divertido ao meu ver. Todos os personagens são cativantes e no final terminamos com o coração quentinho e com uma vontade enorme de comer pão de queijo. 

Kayla, do Reino de Sídera, por Solaine Chioro

Neste conto temos uma princesa que foge dos padrão que estamos a acostumadas a ver. Kayla apesar de não vestir tamanho PP sente orgulho de suas curvas e está bem com seu corpo. Depois de fazer faculdade fora ela retorna a seu reino para assumir seus compromissos porém com sua volta velhos sentimentos retornam o que faz ela questionar suas escolhas para o futuro.  

Aqui Solaine Chioro criou um romance  estilo cão e gato, que apesar das farpas trocadas no fundo a gente sabe que existe amor e é por isso que a gente torce. E antes que eu me esqueça existe altas chaces de você terminar a leitura querendo um Thando  em sua vida. 

Lorena, do Reino de Minas, por Lavínia Rocha

Dos quatro contos esse é o o mais político podemos assim dizer. Lavínia Rocha nos transporta para um Brasil bem diferente do que conhecemos, mas com uma realidade não muito distante.  Nele não existe mais Minas Gerais, e sim dois reinos o de Minas e o de Gerais que depois de uma guerra que os levou a uma separação não possuem mais nenhum laço em comum. 

Essa rivalidade acaba passando para os cidadãos, porém com uma crise econômica crescente, e os efeitos sendo sentidos pela populações mais carente os governantes não veem outra saída a não seu uma reaproximação entre os reinos e nada melhor para isso que quem sabe um casamento real. Porém ainda que exista a possibilidade Lorena, nossa protagonista sabe que apesar do seu povo vir em primeiro sua felicidade é um preço grande demais a ser pago e sempre há a possibilidade de dizer não.

Eu poderia resumir este conto como uma mistura de A Herdeira e Romeu e Julieta, sem um final trágico. 

Amara, do Reino das Marés, por Olívia Pilar

Sem dúvidas esse é o conto mais ousado do livro. Aqui Olívia Pilar nos apresenta um reino onde só mulher podem governar, mas não é por isso que o considero ousado, vou deixar vocês lerem e descobrirem o motivo. Amara desde sempre soube o que o futuro lhe reservará, porém alguns meses antes de ser coroado rainha e ter que se casar ela decidiu tirar um período sabático aqui no Brasil, mais especificamente na Bahia. Se você já teve a oportunidade de visitar Porto Seguro e Trancoso vai reviver suas lembranças através da narrativa, se você ainda não tiver tido essa oportunidade durante a leitura vai se sentir lá. 

Formas reais de amar nos apresenta um conto de fadas moderno, daquelas que a gente gostaria que se tornasse cada dia mais real. Todos os personagens são bem construídos, e até seus defeitos os fazem mais reais e cativantes. Temos quatro contos distante, mas que brilham a sua maneira e trazem mensagem importantes e o melhor de tudo conversa bem com todos os públicos em especial a um que por muito tempo não se viu representado na literatura. 

Você pode gostar

3 comentários

  1. As mulheres do livro parece ser realmente bem marcantes, são personalidades tão diferentes. A Avaliação é com 4 estrelas ainda! Vou dar uma olhada <3

    ResponderExcluir
  2. Também adoro o fato de poder conhecer novos autores por meio de coletâneas! Fiquei muito afim de ler este livro, principalmente por conta da história da Olívia Pilar, por ter como protagonista uma mulher de mesmo nome que minha mãe, Amara ❤️ adorei! Ótimo post :)

    ResponderExcluir
  3. Oii! :)
    Primeiro que eu adorei a capa! Também gostei da ideia de juntar vários autores num único livro. Gosto muito de livros assim, porque você não fica preso uma narrativa só e se bem feito, você termina o livro apaixonadas por todas as histórias. Os autores eu não conhecia, mas fiquei curiosa para saber mais sobre os reinos Minas e Gerais, adorei a ideia de separá-los haha!

    Beijos

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.