Caso ou compro uma bicicleta?

quinta-feira, julho 23, 2015


Elaborar.
Odeio quando, depois de dias inquieta e insatisfeita, decido que preciso entrar em contato com o que me incomoda do melhor jeito que consigo: escrevendo. Quando acontece, sobe aquele choro que arde o nariz e inunda os olhos que me faz prender a respiração pra não cair de vez e assustar todo mundo. Pode ser em qualquer lugar. Nesse momento, aconteceu um pouquinho antes da aula teórica na autoescola.
Eu sou uma pessoa profundamente estranha. Vaguei a ermo acreditando que era uma pessoa de ficar. E fiquei. E fui ficando. E aqui estou. O problema é que penso com frequência em como era estar perdida, livre, descalça. E sobre como era flertar, em todos os lugares, com quem aparecesse. E nas experiências, que agora seriam inadequadas demais.
Escrever sobre isso é admitir pra mim que eu também teria sido feliz se tivesse feito outras escolhas. É confessar que tenho me sentido apagada e entediada de ser rotina e de sentar a bunda na cadeira e de fazer post it's e aparar as pontas duplas.
Que sinto falta, ainda que só um pouco, da raiz por fazer e do cabelo sem corte, da noite na rua e etc e tal.
Eu fiz escolhas e não me arrependo. Sou mais feliz de havaianas que de salto e I know that. Gosto do cheiro do conforto, dos pelos no corpo, dos domingos com amor. De ter com quem dividir e somar.  É só que não se pode ter tudo.
Seria lindo mesclar os dois mundos. Ter o melhor de um relacionamento com o melhor da vida de solteira. Tipo ver série tomando champanhe. Ou ir ver uma banda maneira, acompanhada da cama e do edredom.
But I can't.
E tudo bem. Eu acho. Até que não doeu tanto admitir. Talvez faça parte: não há certezas em nada na vida, muito menos nos relacionamentos. Talvez a grande questão da vida seja mesmo essa: casar ou comprar uma bicicleta. E talvez mesmo depois da bicicleta comprada e do casamento feito, ainda passemos a vida trocando marchas e renovando votos. Não sei se confessar as dúvidas muda alguma coisa, vamos ver no que vai dar. A aula já vai começar. 
Twitter: @alexiacristal

Você Pode Gostar Também

4 comentários

  1. Realmente não há certeza de nada. E uma escolha sempre implica em uma perda.
    Um beijo

    Dicas para Todas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Toda escolha tem ônus e bônus. Obrigada por ler e comentar!

      Excluir
  2. Vida. Vida e seus relacionamentos ou bicicletas. Gostei do desabafo, acho que ajuda sim, explanar as coisas que sentimos de vez em quando.
    Beijão amore, boa sorte nas suas escolhas sempre! www.desapegaadri.com

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.