Derry Girls

by - terça-feira, março 03, 2020


Antes de começar a falar de Derry Girls uma das séries mais divertidas que assisti nos últimos tempos, é necessário uma pequena contextualização para entender como ela acaba se destacando em comparação a outros títulos do gênero lançados recentemente. 

A Irlanda do Norte passou por um conflito conhecido como "The Troubles", onde a maioria protestante da província britânica defendia a permanência como parte do Reino Unido, enquanto a católica queria a reunificação com a República da Irlanda. O confronto  teve início  em 1968 quando a polícia reprimiu com o uso de força uma manifestação republicana pacífica em Londonderry, a única cidade da província de maioria católica. Após longas negociações, em 10 de abril de 1998 o Acordo de Sexta-Feira Santa é assinado entre Londres, Dublin e os partidos políticos norte-irlandeses, com a bênção do IRA(Exército Republicano Irlandês). A Irlanda do Norte recupera sua autonomia, com um governo de coalizão entre católicos e protestantes.


Criada pela roteirista Lisa McGee, a série irlandesa utiliza como plano de fundo  a cidade de Derry (Londonderry), na Irlanda do Norte durante a década de 1990 para contar a história de um grupo de adolescentes.  Até aqui poderia ser apenas mais uma série adolescente como tantas outras que a gente está acostumada a assistir, mas o fato de Lisa escolher contar uma história que se passa na mesma cidade onde cresceu durante um período turbulento da história do país de uma maneira leve e divertida merece uma chance. 

Ultimamente as séries adolescentes estão com um carga dramática bem intensa, o que deixa esse período da vida ainda mais complicado, mas apesar de todo drama que essa fase traz ainda há momentos de alegria que precisam ser lembrados.  Em Derry Girls somos apresentados a quatros amigas Erin (Saoirse-Monica Jackson) e sua prima Orla (Louisa Harland), Michelle (Jamie-Lee O'Donnell),  Clare (Nicola Devlin). Cada uma apresenta uma personalidade única, tornando o grupo notável em uma cidade interiorana, elas possuem  todos os motivos para estarem como medo, afinal  o país está em meio a um conflito quem vem se arrastando por anos, porém, estão mais preocupadas com os amores, com os dilemas familiares e com as dificuldades de se estudar em um colégio de freiras só para meninas. 


No primeiro episódio, por exemplo: há uma ameaça de bomba em uma ponte o que acaba atrapalhando um pouco os planos das garotas, mas nada que as abale, afinal o que é uma ameaça de bomba perto do primeiro dia de aula?  
É dessa maneira que a série se desenrola, o grupo de amigas  lidam com situações características da adolescência só que de um maneira bem  inusitada, o que acabam tornando impossível não cair na gargalhada, isso mesmo Derry Girls apresenta momentos que irão te fazer chorar de rir. 



Disponível na Netflix com duas temporadas de apenas seis episódios, com cerca de 25 minutos cada, a série se torna ainda mais atrativa, pois não demanda muito tempo para ser assistinda. Esse detalhe aliado ao fato de Lisa McGee (roterista), ser uma garota de Derry faz com que a forma que a história é contada traga leveza e veracidade, nos trazendo uma identificação maior com os personagens ainda que seja uma realidade totalmente diferente da nossa, e ainda assim não tão distante.

Derry Girls nos mostra que ser uma garota de Derry está muito além de apenas nascer na cidade, está mais para um estado de espírito que transcende barreiras geográficas e de gênero. A série  fez tanto sucesso na Irlanda do Norte, que os personagens principais ganharam um mural na cidade em sua homenagem.



Foto: Lorcan Doherty

A série já está renovada para uma terceira temporada e rumores que de haverá um filme também, então dá para maratonar as duas primeiras sem medo de ser feliz! 




Você pode gostar também

3 comentários

  1. Gostei muito da proposta da série, e do fato de ter como pano de fundo o contexto social do país na época! Sei muito pouco sobre todo esse conflito irlandês, e fiquei interessada em ver a série para entender mais. Também achei os personagens bem interessantes! Vou salvar essa dica aqui <3

    ResponderExcluir
  2. Como assim eu nunca tinha ouvido falar nessa série? Se fosse "só" uma série adolescente eu já ia gostar, mas pelo contexto em que se passa eu AMEI! Com certeza irei assistir
    Estante da Pipoca

    ResponderExcluir
  3. Adorei a ideia da série. O melhor de tudo é ser ambientada num ambiente diferente do tradicional cenário americano (não que este não me agrade, mas variando o ambiente a gente tem acesso à culturas diferentes).
    Vou me organizar para assistir!
    Abraçz
    Motivos Pelos Quais Estou Feliz Hoje

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique à vontade para comentar. Obrigada pela visita e volte sempre!

Instagram