Heroínas

by - sexta-feira, julho 20, 2018


Não faltam heróis. Dos clássicos às histórias contemporâneas os meninos e homens estão por todo lugar. Empunhando espadas, usando varinhas mágicas, atirando flechas ou duelando com sabres de luz. Mas os tempos mudam e já está mais do que na hora de as histórias mudarem também. Com discussões feministas cada vez mais empoderadas e potentes, meninas e mulheres exigem e precisam de algo que sempre foi entregue aos meninos de bandeja: se enxergar naquilo que consomem.
Este é o livro de um tempo novo, um tempo que exige que as mulheres ocupem todos os espaços, incluindo a literatura.
Laura Conrado imaginou as Três mosqueteiras como veterinárias de uma ONG, que de repente contam com a ajuda de uma estudante que não hesita em levantar seu escudo para defender os animais.
A Távola Redonda de Pam Gonçalves é liderada por Marina, que diante do sumiço do dinheiro que os alunos de sua escola pública arrecadaram para a formatura, desembainha a espada e reúne um grupo de meninas para garantirem a festa que planejaram.
E Roberta é a Robin Hood de Ray Tavares. Indignada com a situação da comunidade em que vive, a garota usa sua habilidade como hacker para corrigir algumas injustiças.
Este é um livro no qual as meninas salvam o dia. No qual elas são o que são todos os dias na vida real: heroínas. Finalmente.
📖Skoob 👍Avaliação Final:      



O primeiro conto é inspirado na obra de Alexandre Dumas, Os Três Mosqueteiros e é  escrito por Laura Conrado.  Em Uma por todas e todas por uma encontraremos uma história de amizade e sobre não desistir dos seus sonhos, ainda que eles parecem ser impossíveis.

Daniela d’Artagnan é uma jovem que sonha em trabalhar em uma ONG de animais chamada Mosqueteiros, porém seus sonhos são destruído quando tem seu currículo recusado por não ser uma universitária. Porém o destina reserva algumas surpresas a jovem de 17 anos.  Ao ter seu caminho entrelaçado com o de  Agnes, sem querer Daniela ganha a oportunidade de fazer a diferença na Mosqueteiros e assim descobrir mais sobre si mesma, e a importância da amizade e a união e apoio entre mulheres.

Eu aprendi a escutar e a valorizar a fala da outra, ainda que, às vezes, seja uma fala diferente da minha; a voz de toda mulher deve ser respeitada. Sororidade é isso, né? É a gente se reconhecer uma na outra.   

Este foi meu primeiro contato com a autora mais conhecida pelo livro "Freud, me tira dessa!".  Com este conto pude conhecer um pouco mais da sua forma de escrita e apesar da mensagem bonita que a autora tentou passar, confesso que esse foi o conte que menos me identifiquei.


O segundo conto é inspirado em A Távola Redonda, escrito por Pam Gonçalves. Em Formandos da Távola Redonda encontramos uma história que nos lembra que até nos momentos mais caóticos pode haver beleza, e que sim a união faz a força sim!  Marina é a filha que todos os pais gostariam te ter, é  uma boa aluna, uma boa menina, querida por todos.  Quando acontece um roubo no colégio onde estuda e todo o dinheiro arrecadado para a formatura do terceiro ano da Escola de Ensino Médio Professor José Carlos Ramos some, ela acaba sendo  escolhida pela diretora para ser a responsável pela comissão de formatura faltando apenas 8 semanas  para o evento. Quem já fez parte da comissão de formatura que com tempo de sobra já é difícil imagem em tão pouco tempo.

Na verdade, era só um passarinho engaiolado que ainda não tinha a noção do que era capaz. Por isso, só cantada o suficiente para agradar quem estivesse a sua volta. 
Apesar da cilada em que se meteu Marina não está sozinha nessa, com a ajuda de mais seis garotas elas vão se virar nos trinta para ter a formatura dos sonhos em meio a provas de vestibular e ENEM.
Dos três contos esse foi o que mais gostei! A autora trabalhou tudo de uma maneira muito natural fazendo que nós leitores nos sentíssemos fazendo parte  da história.  A leitura flui tão bem que quando chegamos as páginas final já estamos ansiando por mais sobre Marina e a sua comissão de formatura. 


E por último, mas não menos importante temos o terceiro conto  que é inspirado em Robin Hood, escrito por Ray Tavares. Robin, a proscrita conta a história de Roberta, uma craker (é o termo usado para designar o indivíduo que pratica a quebra de um sistema de segurança de forma ilegal ou sem ética), que usa da sua habilidade com computadores para ajudar os pobres.



Ela nunca teria respondido "Deus encontrará um caminho", porque ela mesma encontraria o caminho para ajudar alguém que precisa. 

Roberta Horácio desde muito cedo não teve uma vida muito fácil, porém ela sempre teve um talento extraordinário para assuntos tecnológicos e vê nisso o passaporte para sair da comunidade onde mora com a família e ter uma vida melhor.  Porém sua mão descobre uma doença rara e aos 17 anos ela vê sua vida mudar completamente. 


Revoltada com o sistema e com os acontecimentos recentes ela e alguns amigos resolvem ir atrás de justiça.  Roberta desvia dinheiro de políticos, religiosos e empresários corruptos e o redireciona para aqueles que realmente precisam (isso me lembrou um pouco a primeira temporada de Arrow).  Em meio a tantos corruptos a jovem tem um alvo em especial, o pastor Marcelo Felizzi, impossível não lembrar de alguns nomes conhecidos no cenário brasileiro ainda que esta seja um obra de ficção. 

Vou parar por aqui, mas tenho que dizer que o conto da Ray é eletrizante, ela continua com o bom humor que encontramos em Os 12 signos de Valentina, as referências a cultura pop  e muita ação. Impossível não torcer por um final feliz para nossa Robin Hood. 



Se eu tivesse que resumir o livro Heroínas em apenas uma palavra seria REPRESENTATIVIDADE. Ao que eu me recordo esse é o primeiro livro que li que vi varias cenários sendo representados tão bem  e poucas páginas.  A Galera Record e as autoras estão de parabéns pela iniciativa de recontar clássicos mundiais tenho como protagonistas mulheres incríveis e o melhor de tudo se passando em uma cenário que a gente conhece muito bem que é Brasil. 

Super indicio Heroínas para todas as idades e gêneros. Se você ama uma boa história ou está buscando algo para começar essa é uma ótima opção! 

Você pode gostar

4 comentários

  1. Fiquei interessada, vai para minha lista ^^

    ResponderExcluir
  2. Gostei da sua dica, fiquei com vontade de ler!

    ResponderExcluir
  3. Que resenha maravilhosa, fiquei com vontade de ler o livro. Já coloquei na minha lista.

    www.jessicanovaes.com.br

    ResponderExcluir
  4. Não é bem meu tipo de leitura, por ser teen, mas confesso que fiquei bem tentada a ler como leitura de respiro sabe? Achei uma fofura a proposta, a capa e a diagramação. Tudo muito lindo. E sua resenha ajuda muito a amarmos algo assim ♥

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.