Mentiras Como o Amor

quarta-feira, janeiro 17, 2018


Audrey sabe que sua mãe está certa quando tenta salvá-la de si mesma. Ela sabe que tem sido injusta, por isso precisa, por seu irmão mais novo e por sua mãe, seguir em frente. Audrey tenta manter todos felizes. Juntos, eles estão em busca de dias melhores. A mãe de Audrey, à sua maneira, tenta ajudar a filha a controlar a doença para que ela possa encontrar um recomeço seguro. Então Audrey conhece Leo, mas ele torna a vida dela realmente complicada, pois essa amizade faz com que ela deseje ousar ser ela mesma, enfrentar a vida.Agora, Audrey precisará decidir: cuidar de sua família especialmente de seu irmão ou continuar sonhando com a vida que tanto deseja? Mentiras Como o Amor é deslumbrante e de partir o coração. É o novo romance de Louisa Reid, a autora aclamada de Corações Feridos.
📖Skoob 👍Avaliação Final: 

Mentiras Como o Amor é o segundo livro da autora inglesa Louisa Reid, publicada aqui no Brasil pela Editora Novo Conceito. Em seu primeiro livro Corações Feridos publicado por aqui em 2013 ela nos apresentou uma história arrebatadora que me deixou curiosa por suas próximas produções, fato este que me deixou super curiosa para ler este se novo livro.

Era meu corpo e estava arruinado. Doendo. A dor era só minha; minha mãe não tinha o direito de ficar exibindo o que eu sentia para o resto do mundo. 

Louisa Reid gosta de criar histórias que sejam mais que um simples entretenimento pra o leitor, ela gosta de faze-lo sair da sua zona de conforto e navegar pelos lugares mais sombrios do comportamento humano. E esta função em cumpre muito bem na narrativa seus livros nos despertando os mais variados sentimentos, como por exemplo raiva, angustia, medo, tristeza, empatia. 


Em Mentiras Como o Amor temos um livro dividido em três parte com capítulos intercalados entre os dois personagens principais da história: Audrey e Leo.  Na primeira conhecemos Audrey, uma jovem frágil que acaba de se mudar com sua mãe e irmão mais novo para uma nova cidade com o objetivo de um recomeço. Não sabemos muito sobre a história da família, mas nos é nítido que eles estão fugindo de algo e que possuem séries problemas a serem resolvidos. Porém quando Audrey conhece Leo (um garoto um pouco mais velho que ela, de boa aparência, mas que parece ser a única pessoa capaz de entender o que a garota passa), começamos a conhecer um pouco mais sobre o que iremos encontrar durante a leitura. 




Essa primeira parte é bem confuso e aflitiva, é como se nada fizesse sentido e nos sentimento e nos sentíssemos perdidos entre os pesamentos dos personagens (essa é aquela parte que nos dá vontade de desistir).   

Na segunda parte, é como se uma luz ainda que fraca fosse acesa em meio a escuridão e começamos a ter respostas sobre o que realmente há de errado com Audrey e sua família. Essa é uma parte bem aflitiva, mas menos confusa que a primeira e nos desperta a curiosidade para saber como todos os problemas começaram e como a história termina.



E todo mundo tem sua própria dor. Você não precisa ter vergonha disso. E, se você está doente, então pode melhorar. É isso que você precisa ter em mente. 

E eis que chegamos a terceira parte, quando nos deparamos com a real situação de Audrey e como as coisas fugiram do controle. É nessa parte que temos a confirmação de nossas suspeitas o que deixa tudo ainda mais tenso e assustador, assim como uma saída para um verdade recomeço para nossa protagonista e sua família. 




Mentiras Como o Amor é um livro que traz em seu enrendo temas que são muitas vezes negligenciados como doenças mentais, abusos psicológicos e físicos dentro do ambiente familiar e uma leitura extremamente dura e difícil de ser lida, mas que muitas vezes se faz nessessaria. Acredito que esse foi o segundo livro mais perturbador que li até o momento o primeiro lugar fica com Identidade Roubada.  Como vocês já deve ter percebido se chegou até aqui e que esta não é uma leitura para todos, eu a indicaria para pessoas que tenham curiosidade em conhecer histórias que abordam a temática, mas que fosse evitado por pessoas que possuem alguma relação com a mesma, sofrem o sofreram de depressão 

e ao similar por o livro é cheio de gatilhos (quem assistiu a 13 Reasons Why vai entender do que estou falando). 



Você Pode Gostar Também

8 comentários

  1. Já me apaixonei pelo livro só de ler a sua resenha, que ficou otima! To encantada pelo seu blog e tenho certeza que vou encontrar otimos livros por aqui. A história desse parace incrivel, e a capa é super fofa <3

    ResponderExcluir
  2. Fiquei um pouco perturbada com 13 reasons, creio que aconteceria a mesma coisa com esse livro. Eu leria por ser muito curiosa quanto ao tema, mas com certeza ia ficar na bad. Adorei sua resenha! Ela possui os pontos que eu mais gosto de ver em uma. E amei teu topo de blog.. amo temas florais e principalmente FLAMINGOS haha

    ResponderExcluir
  3. Confesso que já li e eu amei tanto esse livro que leria quantas vezes pudesse mais

    ResponderExcluir
  4. Confesso que fiquei curiosa para ler o livro, mas ao mesmo tempo com certo receio. Gosto de histórias que me tiram da zona de conforto, mas ultimamente tenho optado por tramas mais tranquilas, pra ver se 2018 segue no mesmo ritmo rs. De todo modo, amei sua resenha e vou adicionar o livro na minha lista depois 💜

    ResponderExcluir
  5. Concordo que não é uma leitura para todos, ainda mais que aborda problemas psicológicos, tem gente que não consegue lidar muito bem.
    Fiquei curiosa após ler sua resenha, para saber o que realmente ocorre com a Audrey.

    Beijos

    Camila Por Aí

    ResponderExcluir
  6. EU TO CURIOSA
    Qual o problema real dela?
    Sério que vocês vão me fazer comprar outro livro? kakakak
    Apesar de ter ficado meio receosa em relação aos gatilhos. 13 reasons why mexeu demais comigo, e como você disse tem uma "Pegada" parecida
    Valeu pela dica (:

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Nossa esse é tipo de livro que pega a gebte do início ao fim. Quando começa a ler quer devorar ele!

    Adorei a resenha vc escreve super bem!


    www.thaubarbosa.wordpress.com

    ResponderExcluir
  8. Acho que me perdiria um pouco nessa primeira parte, mas acredito que a leitura intessifica ao desenrolar da história.
    Boa resenha, beijinhos.

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.