Medianeras

segunda-feira, julho 10, 2017


Em meio as muralhas de concretos que são erguidas a cada dia para nos abrigar e a milhares de fios espalhados pelos céus a fim dos nos conectar, acabamos por nos separar e nos isolarmos do mundo e das pessoas. Um dos preços a serem pagos pela vantagens de uma vida de moderna e confortável. 

Medianeiras é um filme argentino incrível, que conta a história de  Martin (Javier Drolas) um jovem solitário e cheios de fobias que não se conforma com a maneira com a cidade de Buenos Aires cresceu e foi construída. Web designer, um tanto quanto neurótico, prefere ficar em seu apartamento a ter que encarar a cidade e acaba passando grande parte do tempo no computador. 

A internet me aproximou do mundo, mas me distanciou da vida. 
Do outro lado da história temos Mariana (Pilar López de Ayala), sua vizinha também solitária e desiludida com a vida moderna numa grande cidade.Arquiteta por formação, ela nunca exerceu a profissão e trabalha como decoradora de vitrines. Ao longo dos anos e desenvolveu alguns medos e acabou assim se isolando do mundo. Ela é fissurada no livro Onde está Wally? e se sente frustrada por não conseguir encontra-lo em apenas um cenário: A cidade.

Mariana se pergunta  como será possível que ela encontre o amor com tantas pessoas por aí. Se ela não consegue encontrar Wally em meio a uma multidão de pessoas na cidade em um simples livro.

Se, mesmo sabendo quem eu procuro, não consigo achar... Como vou achar quem eu procuro sem nem sei como é?

Mas é 
 através da internet que Martin e Mariana se conhecem, apesar de terem tidos vários encontros e desencontros pelo caminho (mas o que é a vida senão uma sucessão em encontros e desencontros?).  Medianeiras é um filme que mistura arquitetura, tecnologia e amor para falar sobre a vida. É  aquele tipo de filme que parece ser só mais um para passar o tempo, mas conforme vamos assistindo vai nos conquistando e ganha fácil um espaço na lista de  favoritos (bom pelo menos na minha ele entrou!).  

Você Pode Gostar Também

9 comentários

  1. Esse filme me remeteu a algumas aulas de sociologia, onde o professor falava de internet e isolamento social. Parece ser bem interessante, com um tema que me atrai muito <3 vou procurá-lo na Netflix :3

    ResponderExcluir
  2. Nossa, me interessei muito pelo filme, parece ser super interessante e eu quero muito assistir mais filmes que não sejam americanos. Afinal em todo lugar do mundo se fazem bons filmes. Onde que tu assistiu? Achei no youtube mas a qualidade é péssima :/
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  3. Que filme interessante... Sabe que eu nunca dava muita atenção a filmes de nossos vizinhos latinos... rs Mas por falta de procura mesmo... Com esse filme eu fiquei intrigada e vou até anotar para assistir depois. Ele mexe com o psicológico da gente e acho que vou gostar de ver ele todo...
    Bjks!

    http://mundinhodahanna.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Me soou um filme bem clichêzinho, digno de sessão da tarde, e vou te dizer: adoro! Já está anotado para que eu assista assim que tiver um tempinho, beijão!
    Cheiro de Pipoca

    ResponderExcluir
  5. Eu gostei muito da proposta do filme e, mesmo que não seja lá muito fã dos filmes de romance, coloquei na minha listinha de filmes para assistir! Obrigada pela indicação (:
    Literalize-se

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    O cinema argentino é de excelente qualidade e prima, principalmente, pela excelência do roteiro, que é o que mais prezo num filme. Nem um ator talentoso salva um roteiro capenga...rs... Ainda não assisti esse filme, mas fobias, internet e arquitetura são um tema que me chamou atenção.

    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  7. Já me interessei quando vi que o filme é argentino ♥ O filme em si parece ser muito interessante, eu adoro drama e se for no idioma espanhol melhor ainda! Já vou procurar esse filme para assistir ele logo.
    Adorei a dica!

    ResponderExcluir
  8. A história parece ser bem interessante, com certeza vou procurar pra assistir!

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem? Que nome mais diferente, ainda não conhecia. Realmente alguns títulos são assim você pensa que é uma história comum mas quando chega ao final descobre uma lição incrível. Amo encontrar filmes assim no Netflix. Já anotei pra assistir. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.