A Bela e a Fera: adaptações que valem a pena conhecer

terça-feira, março 14, 2017


A Bela e a Fera foi escrito pela primeira vez pela francesa Gabrielle-Suzanne Barbot em 1740 e reescrita por Jeanne-Marie LePrince de Beaumont em 1756, versão que rendeu fama mundial a história e continua inspirando adaptações até hoje. Inclusive dia 16 de março chega aos cinema a versão  live-action do clássico da Disney A Bela e a Fera (1991). Acredito que esse seja um dos filmes mais aguardados do ano e é impossível não criar expectativas. Mas enquanto dia 16 não chega resolvi selecionar algumas (acreditem existem várias) adaptações e releituras dessa história tão querida. 

Filmes


La Belle et la Bête (1946): este filme francês foi uma das primeiras adaptações da história para o cinema. La Belle et la Bête foi dirigido por Jean Cocteau e tinha como estrelas Jean Marais e Josette Day. Esta versão é considerada uma das mais fiéis. 


A Flor Vermelha (1952): A Bela e a Fera é uma animação baseada na adaptação do conto A Bela e Fera para o universo russo por Sergei Aksakov. Nessa nova versão existe influências do realismo socialista em vigência nas artes na época.

Entre as versões clássicas temos também: Beauty and the Beast (1962): esta versão é mais voltado para o gênero de terror. Tinha no elenco Joyce Taylor e Mark Damon e mostra a Fera como um príncipe transformado em lobisomem. La Bella e la Bestia (1977):  o filme é uma coleção de curtas do diretor italiano Luigi Russo sobre temas polêmicos como masoquismo, bestialismo e ninfomania misturados a referências do conto original. Beauty and the Beast (1987) esta é uma versão musical do conto, produzida por  The Cannon Group e Golan-Globus  


A Bela e a Fera (1991): esta é a versão da Disney e sem sombra de dúvidas é a versão mais conhecia do conto e a responsável pelos inúmeros fãs da história. É um musical de animação, dirigido por Kirk Wise e Gary Trousdale, com adaptação de Linda Woolverton e canções de Alan Menken e Howard Ashman. Aqui a Bela não tem irmãos ou irmãs, e o castelo da Fera fora encantado por uma fada disfarçada de velha mendiga que no passado oferecera uma rosa a um príncipe soberbo, que recusando-a, fora transformado em fera. Os criados do príncipe foram transformados em objetos domésticos e ele tem um prazo para se casar com uma mulher que aceite seu amor até que a última pétala de uma rosa caia. O filme na época recebeu críticas positivas, ganhando o Globo de Ouro de Melhor Filme - Musical ou Comédia e tornou-se o primeiro filme de animação a ser indicado para o Oscar de Melhor Filme. Ele ganhou o Oscar de Melhor Trilha Sonora Original e Melhor Canção Original por sua canção-título. Em 2002, o filme foi selecionado para preservação no National Film Registry pela Biblioteca do Congresso por ser "culturalmente, historicamente ou esteticamente significante".

Em abril de 1994, se tornou o primeiro filme de animação da Disney a ser adaptado em um musical da Broadway. O sucesso gerou duas sequências diretamente em vídeo: Beauty and the Beast: The Enchanted Christmas (1997) e Belle's Magical World (1998). Eles foram seguidos por uma série de televisão spin-off, Sing Me a Story with Belle (1996-1997). Uma versão IMAX foi lançada em 2002, que incluiu "Human Again", uma nova sequência musical de cinco minutos. O filme foi relançado em 3D em 2012.


A Bela e a Fera (2010): é considerada a mais estranha adaptação do clássico. Quando os moradores estão sendo brutalmente assassinados e a Fera é caçada como a responsável pela desordem, Belle e a Fera juntam-se para derrotar o verdadeiro assassino. O poderoso e faminto Troll da bruxa malévola.



A Fera (2011): Kyle  era um jovem bem sucedido e cobiçado pelas mulheres, que defendia que a aparência era tudo. Um dia, ao tentar humilhar Kendra, ela lhe lança um feitiço que o deixa com o rosto desfigurado. Envergonhado com o visual, ele se esconde e passa a viver isolado em um apartamento comprado pelo pai, tendo a companhia de sua empregada Zola e Will, um professor cego contratado para lhe dar aulas particulares. A maldição tem o prazo de um ano, sendo que caso Kyle consiga fazer com que uma mulher consiga amá-lo pelo que ele é, não por sua aparência, ela será desfeita. Desiludido, Kyle volta a ter esperanças quando se aproxima de Lindy, uma colega de colégio bem diferente das mulheres com quem conviveu até então.



A Bela e a Fera (2014): produzido na França, o filme conta que após a falência em conseqüência de um naufrágio em 1810, um comerciante pai de três filhos e três filhas se muda para o campo. A filha mais nova, Bela, é a única que fica entusiasmada com a nova vida. Um dia, o pai de Bela arranca uma rosa do jardim de um palácio encantado e acaba condenado à morte. O dono do castelo é um monstro, e para salvar o pai, Bela decide viver com aquela estranha criatura. Com uma vida cheia de luxo, magia e tristeza, a jovem acaba sendo atraída pela história passada da Fera. Esta versão é considerada uma das adaptações atuais mais fiel ao conto original. 


A Bela e a Fera (2017): esta é a versão live-action do clássico da Disney de 1991. Tendo no elenco Emma Watson como a Bela e Dan Stevens, como a Fera.  

Livros


Beleza Cruel, por Rosamund Hodge: Desde o nascimento, Nyx estava prometida em casamento a Lorde Gentil, o perverso governante de Arcádia – tudo por causa de uma irrefletida barganha do pai dela. E, desde então, ela tem sido treinada para matar o soberano. Obrigada a obedecer ao cruel acordo e sentindo-se traída por sua família, Nyx luta contra seu destino. Entretanto, em seu 17o aniversário, ela abandona tudo aquilo que conhece para se casar com o todo-poderoso e imortal Lorde Gentil. O plano dela? Seduzi-lo, desarmá-lo e quebrar a maldição de 900 anos que ele lançou contra seu povo. Mas ele não é o que Nyx esperava. O enigmático charme do Lorde a seduz, e seu castelo – um inconstante labirinto de salas mágicas – a encanta. Enquanto Nyx procura um meio de libertar sua terra revelando os segredos de seu esposo, encontra-se inevitavelmente atraída por ele. Mas como ela pode amar seu inimigo e recusar o dever de matá-lo? Inspirado no clássico conto de fadas A Bela e a Fera , Beleza cruel é uma deslumbrante história de amor sobre como nossos desejos mais profundos podem mudar nosso destino.

Corte de Espinhos e Rosas, por Sarah J. Maas: Nesse misto de A Bela e A Fera e Game of Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance. Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação. Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira — que ela só conhecia através de lendas —, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... ou Tamlin e seu povo estarão condenados.

Quando A Bela Domou A Fera, por Eloisa James: Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher. Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas. No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?



Um conto às avessas de A Bela e a Fera, por Liz Braswell: Bela é inteligente, engenhosa, inquieta e mais uma porção de coisas. Ela anseia escapar de seu modesto e provinciano vilarejo. Quer explorar o mundo, apesar de seu pai relutar em deixar sua casinha para o caso de a mãe de Bela retornar – mãe da qual ela mal se lembra. Um dia, os desejos da garota por novas aventuras acabam por se realizar – mas não da maneira que ela imaginava. Agora ela é cativa de uma terrível fera, dentro de um castelo enfeitiçado. Quando Bela toca a rosa encantada da Fera, intrigantes imagens inundam a mente da jovem – imagens da mãe que ela acreditava que nunca mais veria. Ainda mais estranho que isso, ela descobre que sua mãe é ninguém menos que a bela Feiticeira que amaldiçoou a Fera, seu castelo e todos os seus habitantes. Chocados e confusos, Bela e Fera devem se unir para desvendar um assombroso mistério sobre suas famílias. Um conto às avessas de A Bela e a Fera é uma saborosa e encantadora releitura, inaugurando uma série de livros para o público jovem adulto que reconta os clássicos Disney de um jeito jamais imaginado!

A Fera em mim, por Serena Valentino: Um príncipe amaldiçoado se isola em seu castelo. Poucos o viram, mas aqueles que conseguiram tal proeza afirmam que seus pelos são exagerados e suas garras são afiadas – como as de uma fera! No entanto, o que levou esse príncipe, que já foi encantador e amado por seu povo, a se tornar um monstro tão retraído e amargo? Será que ele conseguirá encontrar o amor verdadeiro e pôr um fim à maldição que lhe foi lançada? Em “A Fera Em Mim”, conheça a história por trás de um dos mais cativantes e populares contos Disney de todos os tempos: A Bela e a Fera!

A Fera, por Alex Flinn: O livro de Alex Flinn é uma adaptação moderna do conto de fadas “A Bela e a Fera”. Em vez de castelos e relógios falantes, o cenário é a cidade de Nova York. A arrogância do protagonista Kyle Kingson, um jovem rico e inteligente, faz com que ele seja amaldiçoado pela colega de classe Kendra após humilhá-la na frente de toda a escola. Transformado numa aberração e rejeitado pelos pais, Kyle passará uma temporada exilado no Brooklyn, onde precisará descobrir a beleza em si e assim, possivelmente, quebrar a maldição.

Beleza Perdida, por Amy Hamon: Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose... até tudo na vida dele mudar.  Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido. 

Séries de TV


A Bela e a Fera na série Once Upon a Time (2011-): na  série Once Upon a Time temos entre os personagens A Bela e a "Fera". Inclusive temos um episódio baseado em A Bela e a Fera onde mostra um acordo feito entre o pai de Bela, Maurice, com Rumplestitskin (a Fera, no caso), um dos personagens principais da série que é um mago poderosíssimo, mas ganancioso.  O que acontece é que Maurice pede ajuda ao mago para que ele proteja sua aldeia que está sendo invadida por ogros. Ele prontamente ofereceu ajuda, mas em troca queria Bela como serva.


Série Beauty and the Beast (2012): série de TV produzida pela CW e inspirada na versão homônima de 1987, da CBS. Na primeira versão ela conta a história de Vincent e Catherine, que começa quando ele a encontra abandonada à própria sorte, no Central Park, após ser sequestrada e espancada. Vincent mora em uma sociedade utópica sob Nova York e Catherine é advogada. Após ser encontrada e tratada por Vicent, ela volta à superfície, larga o emprego no escritório de advocacia do pai e começa tomar aulas de defesa pessoal. A série teve três temporadas. Já a produção de 2012, têm importantes diferenças, como o fato da protagonista, Catherine, ser uma policial e não uma advogada. Vincent, a “fera”, também ganha um rosto humano, levemente deformado, mas que ainda lhe garante uma aparência galante. Um dos maiores destaques da série em seu ano de estreia foi ter escalado para o papel de Catherine a atriz Krintin Kreuk, a Lana, na série Smallville. A série foi finalizada com 4 temporadas.

Esse post ficou um pouquinho grande, para não dizer muito, mas acredito que valeu a pena o trabalho de pesquisa. Agora me contem qual dessas versões vocês já conheciam? Também estão animadas para o lançamento do filme dia 16? 

Não deixe de conferir também as releituras de Cinderela.

Você Pode Gostar Também

19 comentários

  1. Oie, tudo bem? Nossa quantas adaptações. De todas que você mostrou as únicas que conheço são a série e A fera (2010), assisti esse filme só uma vez e gostei bastante. Estou ansiosa pra conferir essa última versão agora no cinema. Com certeza a Emma está atuando super bem. Gostei de conhecer a versão francesa, nunca tinha ouvido falar. Beijos, Érika ^^

    ResponderExcluir
  2. Wow, que postagem completa! Já estava impressionada com a penca de filmes, dai você indica quinhentos livros e séries também kkk Eu gosto muito da história, mas sou apaixonada mesmo mesmo pelo clássico da Disney (não vi as sequências). Cheguei a ver um pedaço dessa versão de 2014 e, se não me engano, também vi uma que era da década de oitenta, mas não terminei nenhuma delas =( Eu to ansiosa é para ver a Emma como princesa <3

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

    ResponderExcluir
  3. Uau, desconhecia tantas adaptações. Em relação aos filmes, só conhecia a versão de 2011 e em nas próximas semanas a de 2017 (super ansiosa!). Ainda também não li os livros, mas conheço 'Corte de Espinhos e Rosas', 'A fera em mim' e 'A fera', e todos estão na minha lista de desejos. Garota, eu super amei essa postagem, pois realmente não fazia ideia de tanto conteúdo relacionado com essa história. Parabéns pela ideia e qualidade. Gostei muito do seu blog também.

    Grande beijo,

    paginasincriveis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Ane!!! Achei a postagem incrível, não sabia que existia tantas versões assim e me surpreendi bastante como cada enredo possui traços da história original, mas mesmo assim consegue ser um pouco diferente. Dessas que você citou, eu só conheço as versões da Disney, A Fera (2011) e a de Once Upon a Time. Estou animada para ver a live-action com Emma *-* o trailer está um amorzinho e sou super fã dela e da história <3 Beijocas! ♥


    Sorriso Jovem | SJ Oficial Fanpage

    ResponderExcluir
  5. Dessa lista só assisti "A Fera" e ameeeeei....já comprei meus ingressos pra ir no sábado ver essa nova estréia, coração pulando de ansiedade, hahaha

    ResponderExcluir
  6. Olá linda,
    nossa seu blog ficou demais ,
    o sobre a bela e a fera,
    acredita que ainda não assistir resto, só um filme desenho animada mesmo.
    Agora vou coloca a lista os filmes e Seriados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Que legal este post varias referencias dos filmes, a forma que foram interpretados dentre as curiosidades, deu ate vontade de ver uns quatro diferente e não sabia da serie. Beijos

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho das adaptações! Mas foram boas as sugestões!
    O que acho é que adaptação sem vestido amarelo, não é adaptação!
    Beijo ♥

    ResponderExcluir
  9. Nossa! Quantas!!!
    Eu conhecia só as séries, OUT sou viciada e a outra tentei ver, mas não me conquistou muito não kkk
    Os filmes só o da Disney, o com a Vanessa e o de 2014 que assisti por acaso.
    E esse tanto de livro?! Jamais iria imaginar!

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho loucura pela história dá Bela e Fera ❤ mas não conhecia nada dessas adaptações. Algumas realmente me interessaram. Vou assistir e ler algumas!

    ResponderExcluir
  11. fiquei muito curiosa pela primeira adaptação pro cinema, deve ser bem interessante!
    já li A Fera em Mim e vi o ultimo bela e a fera (o frances), achei a adaptação muito boa e o figurino lindo!
    pelos trailers, os efeitos na fera do live-action da disney ficaram piores do que o frances... nao entendi kkkkk

    quero muito ver once upon a time!

    beijos

    ResponderExcluir
  12. De todas essas adaptações, só assisti o desenho da Disney de 1991. Agora pretendo assistir essa que está no cinema. Bjs.

    ResponderExcluir
  13. adorei tudo!! AMO DE PAIXÃO o filme A Fera com a eterna Vanessa de HSM hahaha é perfeito!! tbm amei a relação da Bella e do Rumple em OUAT.. eram um casal tão fofo e diferente. eu achei muito interessante a diferença de idade que a série colocou. deu um outro vies a história dos dois (ou talvez eu esteja apenas viajando kkkkkk). fiquei com bastante vontade de ver esse que saiu em 2010, me pareceu muito interessante e BEM diferente. Dos livros eu estou doida com a maioria, mas principalmente com Corte de Espinhos e Rosas. mas nada se compara com a expectativa pro live action do clássico da Disney. Mal posso esperar!!!

    ResponderExcluir
  14. Nossa, seu post está bem completo, adorei saber mais sobre as adaptações. Confesso que não conhecia todas que mencionou, mas que o desenho da disney de 1991 é certamente o meu clássico preferido. E que neste fds irei assistir o que estreou ontem nos cinemas. Bjs.

    ResponderExcluir
  15. NOSSA, quantas adaptações!
    Talvez este seja o único filme que realmente gosto da Disney e - ao que tudo indica - vou assistir o mais recente amanhã nos cinemas. Já não tenho unhas!
    Com certeza, minha situação se tornou ainda mais dramática depois de conhecer todas essas versões. Quero ver todas e comparar! hahaah
    Um beijo, www.josya.com.br

    ResponderExcluir
  16. Gostei muito do post, já assisti as duas series que você citou e um filme que é a fera, agora vou assistir o outro que você falou, espero que eu goste. Sucesso.

    ResponderExcluir
  17. Eu nunca imaginaria que existem tantas adaptações de A Bela e a Fera! Achei a postagem incrível por trazer tanta informação. Eu, definitivamente, vou procurar alguns desses filmes e livros para conferir!
    Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
  18. Nossa muitas adaptações, eu ja vi alguns mais o que mais chamou minha atenção foi o de 2014, e o que to louca para ver é o de agora quem foi lançado essa semana!!! beijos sucesso!!!
    http://adeillypessoa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Existem inúmeras adaptações e ainda me falta conhecer bastantes mas as da Disney são (até agora) as minhas favoritas =)

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.