Fingindo

sábado, maio 23, 2015

Fingindo
Meu nome é Cade Winston. Aluno de mestrado em belas-artes, voluntário, abraçador de mães e seu namorado pelas próximas vinte e quatro horas. Prazer em conhecê-la. Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam... E eles nem sonham que a filha vive assim. Ela fica em apuros quando seus pais a visitam e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado. Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida. Um faz de conta com data marcada para terminar... E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Skoob  Avaliação Final: 


Fingindo é o segundo volume da trilogia Perdendo-me (confira a resenha do primeiro aqui), mas apresenta uma história totalmente nova, fato que possibilita lê-lo sem ter lido o primeiro sem grande prejuízo no entendimento da história. Se em Perdendo-me somos envolvidos em meio a um universo repleto por citações literárias, bastidores de teatro e romance, em Fingindo entramos em uma atmosfera repleta de música, dor, paixão e muita encenação. 

Mas às vezes você só se dá conta do que está procurando depois de ter sido jogado no chão. E qual era o sentido de viver se eu pretendia percorrer os mesmos caminhos repetidas vezes?

Cade é o sinônimo de perfeição, mas nem sempre ele foi assim. Max é totalmente o seu oposto, ela e o perigo parecem andar lado a lado. Mas com dizem os opostos se atraem e o que não faltou entre os dois foi atração desde o primeiro encontro, que por sinal foi bem inusitado. 


Eu odiava quando as pessoas diziam isso, como se ser forte e ser homem fossem a mesma coisa. Havia muita força no fato de ser mulher.

Max leva uma vida totalmente diferente da desejada por seus pais, mas eles só conhecem uma parte da realidade. Ela vive dividida entre quem ela foi, quem ela é, quem os pais pesam que ela é e  que ela gostaria de ser. Já Cade se divide em quem ele é e em como ele quer que as pessoas vejam ele.  Em meio a muitas mentiras e fingimento é que o romance entre Max e Cade se desenvolve, o que era para ser apenas uma encenação do normadora perfeito para os pais de Max, acaba se tornando um sentimento totalmente novo e avassalador para ambos. A questão é que há só  um caminho para a felicidade e para trilha-lo as máscaras, muros e mentiras precisam ficar para trás. Será que eles estão dispostos a arriscar por uma pequena chance de serem felizes juntos? 


A dor nos muda. A minha dor me fez querer ser perfeito para que ninguém jamais me abandonasse novamente. / Sua dor a tornou mais forte. Ela fez de você uma mulher incrível e cheia de vida. A dor fez de nós dois o que somos.

O livro tem trechos com uma pegada mais Hot característico do livros NA, mas diferente de Perdendo-me não vemos situações divertidas dignas de um bom chick-lit. Fingindo trás uma carga dramática que nos faz refletirmos sobre a vida, nossas escolhas e quem somos e como as pessoas nos veem, e acima de tudo sobre perdão e recomeços. A escrita da autora continua fluída e envolvente. Os capítulos são alternados entre Cade e Max, então podemos conhecer os dois lados da história e mergulhar nos sentimentos de cada um.  Esse é aquele tipo de livro com personagens cativantes que tem tudo para ser uma leitura agradável e te conquistar. 

O terceiro e último livro  da trilogia será Encontrando-me que contará a história de  Kelsey, porém ainda não tem previsão de lançamento. 

Você Pode Gostar Também

3 comentários

  1. Eu normalmente não gosto de romance, mas gente, que livro fofo! E esses quotes maravilhosos então? Já quero ler!

    Beijão, Guta! ♥
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
  2. Nunca li um romance, curto mais aventura e fantasia, mas sempre tem uma primeira vez. Curto trilogias!

    www.faseseestacoes.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.