Resenhas

Entretenimento

Receitas

Esta não é a história da minha vida

by - sexta-feira, agosto 09, 2019



Thought Catalog

Nasci em um dia quente de verão, e enquanto a maioria das famílias estava se organizando para mais um final de semana na praia, minha mãe estava deitada em uma cama de hospital esperando minha chegada. Foram mais de 16 horas de dor até que eu finalmente desse meus primeiros suspiros neste mundo louco.

Demorei mais que o normal para dar meus primeiros passos, assim como minhas primeiras palavras custaram a sair. Algumas pessoas falavam aos meus pais que havia algo errado, que eles deveriam procurar ajuda e mais uma vez alguém dizia que aquilo não era normal.

Cheguei a adolescência sendo considerada uma garota tímida, sem praticamente nenhuma cicatriz aparente em minha pele, afinal eu era aquela que tinha medo de arriscar, a menina que não correspondia ao esperado para alguém da sua idade. Porém, eles nunca notaram as cicatrizes que deixaram em minha alma.

O tempo passou e entrei em uma boa faculdade em um curso que eles jamais esperavam que eu passasse. Olha só eles diziam… A filha do fulano quem diria… Era uma criança tão fraquinha, será que ela vai dar conta? 

Me formei, consegui um bom emprego e alguns prêmios pelo caminho por um trabalho bem feito, porém, ainda duvidavam de mim. Me casei, separei, casei novamente e ainda não tenho filhos e tudo que ouço são palavras que me acertam como facas afiadas tentando me mostrar como não sou boa o suficiente. Ela deu sorte conseguiu um bom homem, pena que não conseguiu segurar. Você não soube ela casou de novo, mas ainda não consegue engravidar tem algo errado com essa menina. Eu sempre soube ela desde criança nunca foi muito normal. 

A minha vida inteira foi exatamente isso pessoas que supunham me conhecer ditando a minha história. Lembro como se fosse ontem quando criei coragem para dizer minhas primeiras palavras e perguntei aos meus pais sobre o que era ser normal e por que de eu não ser. Minha mãe ficou com os olhos marejado e sua voz falhava toda vez que tentava dizer algo. Já meu pai respirou fundo e disse: Minha filha ser normal é quando uma pessoa está tão cansada que não tem mais forças para ser diferente. E você minha pequena tem força suficiente para ser qualquer coisa menos normal. 

Guardei comigo as palavras de meu pai e decidi daquele dia em diante que só gastaria minha força, meu tempo e minhas palavras com aquilo que me fizesse diferente, que pudesse fazer a diferença. Mas eles não sabiam, como poderiam saber se nunca me deram a chance de poder falar sobre. Então cheguei a conclusão que não faria a diferença eles já tinham criado em suas cabeças todo o enredo da minha vida, onde eu era uma pobre donzela incapaz e indefesa, enquanto tudo o que eu poderia dizer a quem tivesse coragem suficiente para me perguntar olhando nos meus olhos era que esta não é a história da minha vida e eu aprendi desde cedo a ser minha própria heroína, mesmo tendo meus heróis favoritos do meu lado. 


Você também pode gostar

3 comentários

  1. adorei ouvi sua historia, achei bem parecido comigo quando te falam ah mais ela tão fraquinha
    da vontade de grita pow a vida e minha e sou forte sim , a todo tempo tem gente fazendo suposições.

    ResponderExcluir
  2. Buongiorno... que belo texto! Um lindo desabafo... eu sempre soube o que pensavam de mim ou o que falavam as minhas costas. Como você, demorei a falar e todos achavam que eu tinha algum problema, menos a minha mãe, que dizia "quando ela quiser, ela vai falar". Sempre fui muito reservada, não era de muito brincar com as crianças, mas tive várias cicatrizes devido as férias na casa dos nonnos, onde eu me transformava. Subia árvores, corria pelo campo, andava a cavalo, pulava no rio... era uma delícia.
    Fui precoce em muitas coisas e aprendi desde cedo a não dar a mínima para o que falavam de mim e das inúmeras diferenças que eu colecionava com imenso prazer. Sabia que não ira me casar (não estava nos planos) e nem ter filhos. Isso virou discussão em família. Me lembro da cara da minha tia quando disse a ela "tem vários gatos para adotar por aí, faz isso. Eles tem sete vidas, eu apenas uma". Passou anos sem falar comigo. rá
    A gente tem que fazer o melhor por nós e construir nosso próprio mundo e só liberar a entrada para os que valem a pena.

    bacio

    ResponderExcluir
  3. Belo texto! Além de ter me identificado com a história (que lembra um pouco a minha) também foi inspirador. Adorei a frase "é quando uma pessoa está tão cansada que não tem mais forças para ser diferente. E você minha pequena tem força suficiente para ser qualquer coisa menos normal" ♥

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.