Westworld

sexta-feira, abril 20, 2018


A segunda temporada de Westworld estreia neste domingo, dia 22 de abril, às 22h, pela HBO. E finalmente consegui falar um pouco da série aqui com vocês. Desde outubro de 2016 quando Westworld estreou estou buscando uma forma de falar sobre ela e mostrar o quanto ela é incrível, porém não é uma tarefa tão fácil, pelo menos pra mim, listei alguns motivos para mostrar porque vale a pena dar uma chance antes que a segunda temporada estreie. 

A série  da HBO é baseada no filme homônimo de Michael Crichton (autor de Jurassic Park), de 1973 (conhecido aqui no Brasil como Westworld - Onde Ninguém Tem Alma), que apesar de possuir algumas semelhanças com a obra que o inspirou traz uma narrativa totalmente nova. 

Imagine um parque de diversões criado especialmente para adultos onde todos os seus desejos e fantasias podem se tornar realidade. Imaginou? Pois bem é mais ou menos assim que as coisas acontecem por aqui. Westworld é um parque temático de alta tecnologia para adultos, dedicado à diversão dos ricos onde eles podem fazer tudo o que desejam sem nenhuma punição ou limitação, ou seja um mundo onde tudo é possível. 


Neste parque temos vários períodos da história representados prontos para serem vivenciados, mas  o espaço que ganha destaque é o que reproduz o Velho Oeste. Cada "história" é povoada por por andróides – os anfitriões –, programados pelo diretor executivo do parque, o Dr. Robert Ford (Anthony Hopkins), para acreditarem que são pessoas reais. Porém depois de uma falha em uma das atualizações dos sistema  dos  andróides, eles começam a ganhar consciência da sua real natureza, assim como a capacidade de sentir e sonhar. Tudo isso começa com  Dolores Abernathy (Evan Rachel Wood), programada para ser a típica garota da fazenda, que está prestes a descobrir que toda a sua existência não passa de uma bem arquitetada mentira que encobre algo muito maior.


Agora que vocês já sabem um pouco mais da história,  lhes deixo que  5 motivos para dar uma chace para  Westworld. 

1. O elenco: não sei vocês mais este é um fator muito importante pra mim, afinal um ator/atriz pode ou não fazer a gente querer ou desistir de acompanhar uma determinada história.  No elenco temos grandes nomes do cinema como  
Anthony Hopkins, Evan Rachel Wood,  Ben Barnes, James Marsden e um destaque especial para o brasileiro Rodrigo Santoro que dá vida ao pistoleiro Hector Escaton. 




2. 
História planejada: planejamento é algo muito importante. Ninguém merece quando sua série favorita é cancelada deixando várias pontas soltas, entrando na lista séries que não deveria ter sido canceladas. E aí que Westworld  ganha mais um ponto positivo, a série foi planeja para ter cinco temporadas.  A série deveria ter estreado em 2015, mas aconteceram atrasos e pausas na produção. J.J. Abrams afirmou que isso aconteceu para que as todos os detalhes fossem acertados, cinco temporada fossem planejadas e a história tivesse um fim.


Em teoria isso é ótimo afinal um fechamento planejado é muito melhor do que um final improvisado depois de várias temporadas arrastadas.


3.  Teorias e Reflexões: a série vai além de apenas entreter quem assisti, ela te instiga a pensar seja desenvolvendo teorias (vai por mim existem várias) ou refletindo sobre os temas abordados. Afinal muitos dos assuntos trados na séries ainda que tidos como coisas do futuro não estão assim tão distantes da nossa realidade e isso de certa forma é assustodor pensar sobre. 


4. 
Equipe técnica: talvez esse seja um detalhe que a gente não costuma dar uma importância, mas que faz muito diferença. A história pode ser incrível, os atores maravilhosos, mas se a direção, roteiro e afins não for bom não tem jeito e um fiasco total. 

Entre os nomes por trás de toda produção podemos destacar J.J Abrams, conhecido por trabalhos como Lost, Fringe, Alias, Star Trek, Star Wars: O Despertar da Força e Super 8. Temos também Jonathan Nolan criador da série Person of Interest e co-roteirista de Batman: O Cavaleiro das Trevas, Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge e Interestelar, Lisa Joy  conhecida pela série Pushing Daisies e Burn Notice. 


5. Girl Power: As personagens femininas estão super bem trabalhadas e são um exemplo de empoderamento a cada episódio vamos vendo a evolução delas ganhado espaço e voz em um mundo criado para satisfazer os homens. Um destaque todos especial para a Dolores e para a Maeve que roubam a cena toda vez que aparecem. 

A primeira temporada possui 10 episódios com cerca de mais ou menos 55 minutos, ou seja perfeita para se maratonar!  Agora me contem alguém aqui também já acompanha a série? 


Você Pode Gostar Também

5 comentários

  1. Eu ameeei a primeira temporada de West World e sou apaixonada pela temática, mas não sabia que a série tinha sido planejada para ter cinco temporadas e estava torcendo o nariz para essa segunda, que nem assisti hueiheui. Fiquei com vontade de "voltar a ver" a série se é assim (: Tu tens toda razão, o elenco é muito bom e a qualidade técnica é impecável!

    ResponderExcluir
  2. Ai, eu adoro essa série! E também adorei o filme, o qual serviu de inspiração. Acho que o que mais me instiga na história são as teorias e reflexões que ficam conosco ao final de cada episódio. Por mais que a série seja recheada de plot twists e sempre nos traga uma surpresa (ou choque), a mensagem que quer nos passar é ainda mais forte e importante do que qualquer reviravolta. As personagens femininas também são um ótimo destaque e estou gostando de como estão se posicionando na segunda temporada. Só revendo desde o primeiro episódio para então eu conseguir absorver ainda mais do que a série pretende me passar.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu não fazia ideia do enredo de Westworld mas agora já to louca pra assistir!! Espero que dure muitas temporadas ainda haha

    ResponderExcluir
  4. Apesar deu ainda não ter assistido todos os episódios achei a série muito promissora ainda se tratando de fantasia com ficção que é um dos estilos que mais adoro em séries e filmes e gostei da sua análise. Continue assim =).

    ResponderExcluir
  5. Eu realmente não consigo ficar interessada nessa série, e olha que eu só escuto coisas boas dela. Vai entender... Achei os 5 motivos excelentes, principalmente por destacar a qualidade técnica, poucas análises fazem isso. :)

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.