Uma Tarde Na Biblioteca

segunda-feira, março 20, 2017


Existem dias em que nada acontece, mas há outros que transformam completamente nossas vidas. É por esses dias de transformação que eu temo e anseio todos os dias. 

Não faz muito tempo eu estava vivendo um grande dilema, não sabia que rumo dar a minha vida, não entendia o que eu queria para mim e o que me deixava feliz. Precisava de um propósito, porém não tinha força de lutar por nenhum. Depois de uma semana puxada na faculdade era de praxe o pessoal da minha turma se reunir em um barzinho ali perto para dar uma espairecida, mas confesso que esses rolês só me deixavam mais vazia (acho que não teria álcool no mundo que mudaria esse sentimento dentro de mim).  Determinada a fazer algo diferente, mas sem nenhuma vontade de ir para casa resolvi finalmente conhecer a tão comentada e incrível biblioteca do campus.

Ao entrar na biblioteca eu não vi nada de extraordinário (não que eu tenha visitado muitos lugares com livros para julgar, afinal não sou uma grande fã de palavras), mas como queria testar algo diferente decidi explorar esse novo universo a minha espera. Guardei meu material e me vi perdida no meio de várias fileiras de estantes que tantas opções e temas que eu jamais imaginei que pudessem existir. Fui andando devagar e e observando cada detalhe até que um livro em especial me chamou a atenção.  

Ele possuía uma capa dura  em tons terrosos e algumas gravuras que lembraram folhas e flores, suas páginas eram amareladas com as bordas douradas que davam um efeito de algo poderoso, mágico e ao mesmo tempo proibido. Me senti atraída e não pensei duas vezes e resolvi folear suas páginas, já que ele não tinha sinopse. Comecei lendo as primeiras páginas e quando me dei conta a tarde ensolarada tinha dado lugar a um céu estrelado, fiquei impressionada quando vi que faltava poucas páginas para chegar ao fim da história (como eu uma pessoa que não sou fã de leitura consegui ler em algumas horas um livro de mais de 300 páginas era uma grande surpresa para mim), em menos de uma hora cheguei ao fim da leitura, peguei minhas coisas e fui para casa.

Quando eu cheguei em casa senti que algo tinha mudado, aquele vazio que antes só crescia dentre de mim começou a ser preenchido por ideias, proposito. Ali sentada no sofá fiquei imaginando com alguém poderia escrever algo com as respostas tão certeiras para as minhas indagações, como alguém tinha o poder de prender alguém com suas palavras ao mesmo tempo que liberta?  Aquele livro me abriu um novo mundo, me mostrou que o que quero para minha vida é libertar as pessoas, quero que elas preencham seus vazios e encontrem sua voz, seu propósito. Demorei um pouco para conhecer o poder das palavras, mas foi preciso apenas uma tarde na biblioteca para perceber que esse tipo de poder não deve ficar preso, e sim ser compartilhado.  A partir de hoje o meu vazio e dúvidas darão voz a várias histórias que eu espero que sejam capazes de tocar outras vidas assim como as daquele livro tocaram a minha e a transformaram... 

Este texto foi inspirado no tema de março do Projeto Escrita Criativa. Para conhecer o projeto clique aqui.como criar um blog

Você Pode Gostar Também

15 comentários

  1. Menina, que texto lindo...

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto! Lindo mesmoooo! Não acredito em acasos, eu creio que tudo tem uma razão de ser, as vezes são pequenas coisas que mudam totalmente nossas vidas. Quanto ao projeto eu achei muito interessante e vou voltar com calma para saber mais.
    bjs

    Simplesmente Ciana

    ResponderExcluir
  3. Aprendi com a vida que nada acontece por acaso e tudo bem a hora certa e um motivo. Parabéns pelo texto e sucesso com o projeto.

    ResponderExcluir
  4. Achei a sua crônica linda. Como que de um simples ato, que é ir até a biblioteca, pode trazer tantas reflexões assim? Parabéns pelo textos. Ele me encantou. <3
    www.brincandodeolivia.com

    ResponderExcluir
  5. Que bom, antes tarde do que nunca hahahahaha
    Na faculdade, percebi que sou ratinha de biblioteca, devorava os livros, sempre tava lendo um. Tranquei a faculdade pra me mudar e é dela que sinto falta, dá biblioteca!!
    Foi nela tbm que percebi que não queria mais estudar moda, que tudo que já tinha feito no curso me.bastava!

    Até, beijos

    ResponderExcluir
  6. Se me deixam sozinha numa biblioteca eu me realizo kkkkkk
    A leitura é fundamental para nos abrir as portas do conhecimento e a escrita para nos dar a voz,achei incrível a ideia que você nos passou porque consegui visualizar certinho a cena na minha cabeça,fiquei encantada com a sua escrita :D
    Beijos ^.^

    ResponderExcluir
  7. A leitura é uma atividade tão simples e, ao mesmo tempo, tão recompensadora! Entendo como a personagem se sente, no sentido de ter o vazio do peito preenchido por narrativas incríveis!

    ResponderExcluir
  8. Adorei o texto. Sempre fui amante dos livros, mesmo não tendo lido tantos assim. Agora com o blog me vejo lendo ainda mais do eu lia antes, textos soltos em blogs que eu acompanho principalmente. Fiquei impressionada como um tema pode gerar tantas formas de contar uma história, minha tarde na biblioteca foi meu primeiro texto.

    https://deixacombinado.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. ahh que coisa mais linda <3 livros me ajudam muito a me encontrar, mesmo, sao como uma válvula de escape e é tao bom quando encontramos algum que realmente "nos entende", né?

    ResponderExcluir
  10. Ahhhh a magia das palavras!!! Que texto lindo, a gente pensa que vai se enveredar por um caminho e, no fim, vai pra outro lado e traz uma mensagem linda sobre o amor pela leitura e pela descoberta das palavras! <3 Adoreiii!
    xoxo

    ResponderExcluir
  11. Livros são minha grande paixão, as vezes eu acho que não amo realmente as pessoas, mas sim, verdadeiramente os livros! Amei!

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bem? Que texto mais incrível. Cada palavra, cada parágrafo, tudo escrito com uma atenção e cuidado, para chegar ao final com uma mensagem tão linda. Acredito que não exista uma pessoa que não goste ou não tenha amor pelos livros, eles são nossos melhores companheiros. Beijos, Érika ^.^

    ResponderExcluir
  13. Os livros certos nos encontram no momento certo... Comecei a frequentar a biblioteca da faculdade nos ultimos semestres e ja me encontrei em leituras maravilhosas.
    bjos, adorei o seu texto!

    ResponderExcluir
  14. Oi Ane!
    Sabe, eu me vi assim no Ensino Médio. Foi a biblioteca do colégio que me salvou de eu me perder. Então, seu texto me comoveu de uma forma inesperada, mas totalmente conhecida.
    Obrigada pela doçura com que você descreveu esse momento!

    Beijos,

    Algumas Observações

    ResponderExcluir
  15. Eu achava que já havia comentado nesse texto, mas não encontrei meu comentário, então devo estar maluca! HAHAHA Achei bacana o fato de você ter falado sobre o poder das palavras, o quanto um livro pode mudar a vida de alguém, quando a gente consegue refletir sobre o que estamos lendo, isso pode realmente fazer uma grande diferença em nossas vidas, é algo que depende de nós.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.