O Balanço

segunda-feira, março 06, 2017


Você acha que eu sou uma pessoa 100% segura de tudo, mas a verdade é que eu tenho medo na maioria das vezes. Por exemplo, tipo agora, em ter que reconhecer isso e correr o risco de você me achar fraca, dispensável. Porém é exatamente aí que eu e você somos diferentes, quando você tem medo se afasta e foge, já eu me aproximo, me arrisco e me entrego.

Lembro-me de quando era uma criança curiosa e ao mesmo tempo tímida. Eu tinha uma vontade absurda de conhecer o mundo (entenda-se os limites que ficavam além das cercas da minha casa), mas apesar dessa vontade eu nunca fui além.

Certa vez minha vó me pegou observando um balanço por vários dias seguidos, sem que em nenhum momento eu me permiti ir lá brincar. Um dia curiosa ela se aproximou de mim e sentou-se ao meu lado.

- Minha filha você parece distante, como se carregasse nesses pequenos ombros todo o peso do mundo.
- Não seja dramática vovó, eu estou só pensando na vida sabe?
-Pensado na vida? Deixa eu te dizer algo sobre a vida minha pequena. A vida é muito curta e passa rápido demais. Uma vida vivida com medo é uma vida desperdiçada. Sabe quantas mulheres lutaram para que hoje meninas como você pudessem ser livres para viverem uma vida sem medo? De poderem ter a escolha de escolher que rumo dar para suas vidas? Muitas mulheres minha querida. E boa parte delas não viverem o suficiente para colherem os frutos dessa luta, e ainda assim, mesmo sabendo que talvez elas não aproveitassem as conquistas elas não deixaram de ir além, que sonhassem alto e se arriscassem.
- Vovó eu não sabia disso, mas é que e se eu me machucar? Mamãe sempre fala que eu tenho que ter cuidado, que tenho que ser responsável...
- Se você se machucar  a gente cuida das feridas. Só tem cicatrizes pessoas corajosas o suficiente para viver sem limites. Só se machuca quem está vivo, quem vive! A dias observo você olhar esse balanço, mas nunca brincar nele, gostaria de saber o motivo?
- Quando eu olho esse balaço me imagino voando entre as nuvens, tocando o céu, vendo o mundo além da cerca, depois do rio. Mas aí eu me lembro que não tenho asas para voar e se balançar muito longe, se não me segurar direito eu posso cair e me machucar feio e vou deixar a mamãe e o papai tristes. Então eu só observo e para mim está tudo bem.
- Minha pequena não está tudo bem não. Deixa eu te contar um segredo todos nós temos asas, só que não como os passarinhos, nossas asas são nossos sonhos que nos fazem voar longe, quando nos permitimos sonhar e temos coragem para coloca-los em prática voamos além das cercas da nossa imaginação. Minha querida você deve ter raízes para se manter firme no chão, e deve sim se preocupar com seus pais, com as pessoas ao seu redor, mas não pode jamais deixar que o medo de se machucar, de machucar os outros lhe impeça de ser feliz, de ser livre.

Depois de me dizer isso vovó me pegou pela mão e me levou ao balaço. De inicio ela me sentou e foi me balançando aos poucos até eu me sentir mais segura, afinal ela estava ali comigo o que de ruim poderia acontecer? Conforme eu fui perdendo o meu medo, me permiti dar impulso com os pés e quando percebi estava voando longe e a sensação era incrível. Dentro daquele momento não havia lugar para o medo, naquele espaço de tempo eu era livre, eu era incrível. Eu poderia tocar o céu e não me importaria nenhum um pouco se para isso houvesse a chance de cair.

Então se você não tem coragem para assumir os desejos do seu coração, de sonhar e se arriscar, pensar além dos muros que você criou em volta de si, me desculpe, mas eu não posso me permitir ter medo de te perder e arrancar as minhas asas que tantas outras mulheres lutarem para que hoje eu as pudesse ter.  Estou com medo, tipo agora. Mas  isso não importa, porque me lembro daquele dia no balaço e sou criança outra vez. Lá do alto eu sou livre, sou incrível. Eu posso tocar o céu e não me importo se eu cair, então por favor não me peça para ficar aqui, não me impeça de voar porque você tem medo de abrir suas asas e se permitir ser feliz.



Confira também: Retipatia 𝌂 Jardim Literário 𝌂 Metamorphya 𝌂 Simplesmente Ciana 𝌂 Dose de Poesia  𝌂 Jubirubs

Você Pode Gostar Também

7 comentários

  1. Que lindo! Texto maravilhoso e forte! Eu vou copiar essa parte 'Uma vida vivida com medo é uma vida desperdiçada. (...)que sonhassem alto e se arriscassem.' na minha agenda, eu preciso ler e lembrar disso tem dias. De verdade, eu amei, pq vez ou outra a gente precisa se lembrar de 'voar' de ir além, e se for com medo, vai mesmo assim e arriscar, vai que dá certo não é?! beijos linda!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo texto! Um texto com vó, é sempre um texto que me identifico muito, talvez pela relação que tenho com a minha. Seu texto me trouxe tantas lembranças... Acho que "esse balanço" está presente em alguma fase da nossa vida, e muitas vezes repetidamente, nos impedindo de ir além mas quando a coragem vem o voo é maravilhoso.
    Inscrita! Pensei que já era, agora que vi que não. bjs
    www.simplesmenteciana.com

    ResponderExcluir
  3. Que texto!!!!!!!!!! Confesso que tenho meus medos e isso não é de todo ruim, mas sim acorrenta. Preciso abrir mais minhas asas.

    https://deixacombinado.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. "Só tem cicatrizes pessoas corajosas o suficiente para viver sem limites." Adorei essa frase, é tão verdadeira, em sentido figurado e literal!
    Adorei o modo como contou a história e ainda deu um tom super empoderador para ele através das palavras da avó, especialmente! A vida é mesmo assim, se não arriscarmos e tentarmos, ainda que com medo, não sairemos do lugar! <3
    xoxo

    ResponderExcluir
  5. Avó e empoderamento... o que poderia ser mais fofo no dia de hoje, quase dia da mulher?

    Adorei o texto.

    Parabéns.

    http://ironicamenteinusitado.blogspot.com.br/

    Barbara

    ResponderExcluir
  6. Amei, amei! A vida é bem assim mesmo: a gente sonha e observa aquilo que queremos, de maneira que o menos sempre fala mais alto.. Até que algo ou alguém vem e nos mostra que não é bem assim, e devemos arriscar! E o empoderamento, então? Arrasou! <3

    ResponderExcluir
  7. Texto com vovós são sempre tão lindos <3 Seu texto ficou muito bem escrito, e super sincero... É preciso arriscar, experimentar, conhecer o novo! Bjuus! Adorei <3

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.