A Menina Que Não Acredita em Milagres

quinta-feira, março 30, 2017


Campbell tem 17 anos. Ela não acredita em Deus. Muito menos em milagres. Cam sabe que tem pouco tempo de vida, por isso quer viver intensamente e fazer tudo o que nunca fez, no tempo que lhe resta. Mas a mãe de Cam não aceita o fato de perder a filha, assim, ela a convence a fazer uma viagem com ela e a irmã para Promise um lugar conhecido por seus acontecimentos miraculosos. Em Promise, Cam se depara com eventos inacreditáveis, e, também, com o primeiro amor. Lá encontra, finalmente, o que estava procurando mesmo sem saber. Será que ela mudará de ideia em relação à probabilidade de milagres? A Menina que não Acredita em Milagres vai fazer você rir, chorar e repensar sua conduta de vida.
📖Skoob  👍Avaliação Final: ⭐⭐

Primeiramente acho importante dizer que este não é um livro sobre religião, mas sim sobre  se permitir acreditar. 

Campbell é uma jovem que acredita apenas naquilo que a ciência pode provar. E o fato de ter perdido o pai ainda muito jovem e estar numa luta contra o câncer a 7 anos só faz com que ela se torne uma pessoa cada vez mais cética, infeliz e um tanto quanto egoísta. Já sua mãe, irmã e avó são pessoas esperançosas, que tem fé e acreditam que existem coisas no universo que só podem ser descritas como milagres. 

Depois de vários tratamento científicos e alguns alternativos que não trouxeram uma cura definitiva para o câncer, a mãe de Cam decide  que não vai se entregar e aceitar perder a filha sem antes tentar todas as possibilidades então ela decide levar as filhas em uma viagem rumo a Promise, uma cidade conhecida por seus feitos miraculosos. 


O início da história é um pouco cansativo ao meu ver, mas quando Cam aceita viajar com sua irmã e a mãe rumo a Promise as coisas vão ficando mais interessantes e a leitura flui de maneira rápida, de forma que quando chegamos perto do fim desejamos que tivéssemos mais algumas páginas para ler. 

Somos muito preguiçosos para mudar, então vamos continuar fazendo o que estávamos fazendo até ser tarde demais.

Durante a leitura vamos vendo a transformação não apenas na vida de Cam, mas nas das pessoas ao redor dela. É como se aos poucos ela se desse conta que ela era mais que uma garota de 17 anos com câncer,  que fica tanto pensando no que poderá perder no futuro que se esquece das coisas incríveis que ela poderia estar vivenciando e nas pessoas maravilhosas que ela tem ao seu redor. Cam tinha tanto medo de perder, que acaba não vivendo as possibilidades, e acabava acabando com as probabilidades de ser feliz e deixar que as pessoas ao seu redor lhe fizessem feliz e fossem felizes. 



No decorrer da leitura vários temas surgem e nós faz pensar sobre nossas crenças (não digo em algo religioso apenas, mas sim no que acreditamos verdadeiramente), o que nos motiva e nossas expectativas para o futuro.  É comum deixarmos muitas coisas passarem despercebidas no nosso dia-a-dia por acharmos que temos muito tempo e com isso deixamos de ver os pequenos milagres que nos rodeiam e que a verdadeira mágica está nos pequenos detalhes ao nosso redor. 

Sabe, você não pode ter liberdade de verdade se apenas fica esperando o universo se desenrolar. Se está a mercê do universo, não está livre de verdade. 

A Menina Que Não Acredita em Milagres é aquele livro que trás um temática um pouco triste para nos fazer repensar o rumo que estamos dando a nossa vida, sobre nós arriscarmos e nos permitir acreditar em dias melhores, é sobre amor, amizade, família, perdão e recomeços. Naquele estilo de não espere perder para dar valor. 

Você Pode Gostar Também

1 comentários

  1. Livro super interessante, pela sua resenha percebe-se que ele é inspirador.
    Gostei muito de saber mais sobre o livro, sem dúvida é o tipo de leitura que eu gostaria.
    Creio que como você disse, as vezes nem percebemos os pequenos milagres do nosso dia-a-dia, então, as vezes é necessário que algo nos sacuda e diga:"veja isso de uma forma diferente!" Haha.
    Beijo,www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.