Para todos os garotos que já amei

sexta-feira, junho 12, 2015


Nem sempre eu soube me expressar de maneira clara, e muitas vezes passei a impressão de ser alguém indiferente por pura incapacidade de demostrar tudo aquilo que eu sentia. Eram tantos sentimentos novos e de intensidades diferentes que eu fiquei assustada, um pouco perdida. Mas você sabe como eu sou e como não sei lidar com as minhas bagunças internas, preciso de tempo, de espaço e silêncio. 

Apesar de toda essa carga dramática você sempre esteve lá por mim, admirando minha capacidade de falar de amor e sendo paciente com a minha capacidade de amar. Toda relação tem seus altos e baixos, e a nossa não poderia ser diferente. Mas cada detalhe bom ou ruim fizeram ela ser tão crível, tão bonita, tão nossa e se eu pudesse não mudaria nada, queria tudo exatamente igual. 

Tudo bem que você pode me achar meio louca, mas no fundo você sabe que sempre fui um pouco assim e apesar de você não admitir essa foi uma das coisas que mais te cativou em mim. Sei que nosso felizes para sempre chegou antes do esperado, mas no tempo certo. Entre a gente nunca faltou amor, mas descobrimos que no mundo real o amor nem sempre é suficiente quando as expectativas são maiores que a fé no outro. 

Podemos não estar juntos hoje, lado a lado, coração com coração. Porém você sempre vai estar nas minhas melhores lembranças, nas minhas orações, e no meu coração. Não sei se seu endereço ainda é o mesmo, mas vou arriscar lhe enviado esta carta, não sei se você vai ler, se vai acreditar em minhas palavras ( você sempre fez mais o tipo mais ação e menos palavras), mas eu precisava fazer, eu precisava que você soubesse que você sempre foi/é alguém especial, alguém que realmente me amou por ser quem eu sou e eu te amei ainda mais por ser quem você realmente é.



Este texto foi inspirado em um dos temas da blogagem  coletiva deste mês do grupo Irmandade das Blogueiras, onde a ideia era escrever uma carta para o garoto que se ama/ ou para os que já se amou. 

Você Pode Gostar Também

4 comentários

  1. Que texto maravilhoso, eu também sou um pouco como você, já perdi muta oportunidade por medo ou incapacidade de falar o que sinto, mas acho que quando achamos a pessoa certa tudo flui sem que a gente perceba. Lindo texto, beijos flor!

    Floreios ♥

    ResponderExcluir
  2. Amei o seu texto Ane! Eu me identifiquei um pouco contigo, eu não sei muito expressar as coisas que eu sinto pra determinadas pessoas... Mas com o tempo vamos mudando isso aos poucos <3
    Adorei!

    Loud Like Moi

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Te marquei para responder a TAG "Conhecendo a blogueira"
    Entra no meu blog e veja as perguntinhas. Se você responder me avise, quero te conhecer melhor! :))
    Beijos,
    #fiquerosa

    Fique Rosa

    ResponderExcluir
  4. Ah, que lindo! A gente sempre quer dizer umas'verdades' para a pessoa, não é mesmo? E não há verdade mais bonita do que o amor. Me identifiquei em cada palavra escrita aqui. Talvez um dia a gente crie coragem e tire essas verdades do papel e fale na cara dura. haha

    Bjs *-*

    www.eduardalins.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.