Resenha: Todo Dia

terça-feira, agosto 27, 2013

Todo DiaSinopse: Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.  Skoob - Leia o Primeiro Capítulo  Onde comprar: Saraiva - Compare Preços  Avaliação Final:  

Gosto de livros que me façam pensar, de que me despertem algum sentimento e que de certa forma me sinta conectada com seus personagens. David Levithan de uma maneira singela consegui prender minha atenção do inicio ao fim do livro Todo dia, me vi interagindo com as várias "vidas" de A  e me apegando a algumas, a cada capitulo ficava imaginando aquelas situações e refletindo sobre alguns dos pensamentos dos personagens. E quando cheguei a última página do livro me senti como se algo tivesse sido tirando de mim, ficando com aquele sensação de vazio. Aquele tipo de vazio que não sabíamos que existia até então ser preenchido e esvaziado. 
Meu primeiro contato com a escrita de David foi com o livro Will & Will, e a primeira vista gostei da maneira que ele abordou um tema delicado de uma maneira clara, realista, mas sem perder a delicadeza, porém neste livro temos apesar uma prévia do  talento do escritor.
Acordo. Imediatamente preciso descobrir quem sou. Não se trata apenas do corpo - de abrir os olhos e ver se a pele do braço é clara ou escura, se meu cabelo é comprido ou curto, se sou gordo ou magro, garoto ou garota, se tenho ou não cicatrizes. O corpo é a coisa mais fácil à qual se ajustar quando se está acostumado a acordar em um corpo novo todas as manhãs. É a vida, o contexto do corpo, que pode ser difícil de entender. Todo dia sou uma pessoa diferente. Eu sou eu, sei que sou eu, mas também sou outra pessoa. Sempre foi assim. 
É dificil definir A, mas podemos dizer que ele é alguém que todos os dias acordam em um corpo diferente. Tem dias que ele é uma garota, outros um garoto, com os mais variados tipos de corpos, raças, credos, culturas e  orientações sexuais. Devido a essas constantes mudanças ele aprendeu a ver o mundo de uma maneira mais clara, vendo a grandiosidade dos detalhes, a preciosidade do tempo, porém nunca tinha vivenciado o amor em sua plenitude até conhecer Rhiannon. 

Rhiannon dá um novo sentido a vida de A, é o que era para ser apenas um dia ocupando a vida de alguém, se tornam algo maior uma necessidade de estar perto de quem se ama e poder viver mais um dia,  e outro, e outro.  Porém isso é o tipo de coisa que a vida não permite a A, porém ele  dia a apos dia ele tenta lutar contra essa condição que lhe  foi imposta para viver a plenitude do verdadeiro amor. 
O passado não me ofusca, nem o futuro me motiva. concentro-me no presente, porque é nele que estou destinado a viver.
Geralmente os livros que eu mais gosto são os mais difíceis de serem resenhados, pois nem todas as palavras poderiam descrever o que  senti lendo o livro, mas mesmo assim tento resenha-los da melhor maneira possível e torcendo que eu consiga passar pelo menos um pouco da minha experiencia que tive com ele e que isso despertem a curiosidade de vocês para lê-los também ( sou o tipo de pessoa que depois de ler um livro sai falando para os amigos que eles precisam muito ler aquele livro, é claro quando gosto do mesmo).  

Todo dia não é aquele tipo de estória que não se descreve, é o tipo de estória que temos que vivenciar a cada página. É o tipo de estória que foi feita para ser sentida!


Você Pode Gostar Também

4 comentários

  1. Adorei a dica. O tema me fez lembrar um pouco Metamorfose do F.K..
    Muita sorte para vc neste meio de semana!
    Bjs

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  2. O livro parece ser demais!
    Eu vejo muitas resenhas de livros e fico com vontade de ler alguns, mas a maioria só fica na vontade porque não tenho muito tempo.
    Esse é um dos que me despertou uma curiosidade incrível de ler. Vou procurá-lo na internet.

    Blog | Facebook

    ResponderExcluir
  3. O livro deve ser otimo ja quero ela pra mim haha
    aidadetaoesperada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Desde que fiquei sabendo desse livro fiquei muito curiosa pra ler, parece ter uma dinâmica bem legal.


    As Coisas que eu quero lhe Falar

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.