Ainda bem.

segunda-feira, janeiro 21, 2013

Não posso mentir e dizer que não o quis, e que meu querer se remetia ao para sempre. Eu pedi que fosse. Mas nem Deus, astros e horóscopos conspiravam ao nosso favor. Eu achei que sofreria, eu parecia tão apaixonada, talvez eu já tivesse programado o meu coração para a hora da despedida, logo depois que você disse: eu amo você, mas não posso. Não te culpo por não poder, eu no seu lugar não poderia. Mas eu fui esquecendo as ligações, mensagens, musicas e os dias da semana, quando vi você também já havia sido esquecido. Eu percebi o seu esforço para permanecer, mas não era certo. Ainda bem, ainda bem que você não pôde que não permaneceu. Como eu agradeço! Eu vi meu mundo se acertar e não foi com você, porque tudo já era errado. Descobri que a mesma palavra pode ter vários significados. E alguém apareceu na hora certa, e não tarde de mais. 


Você Pode Gostar Também

2 comentários

  1. Lindo texto, mesmo que um soe um pouco triste, talvez..
    Blog apaixonante, estou seguindo.

    Beijos e sorrisos.
    http://stefhanief.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que lindo *-*
    http://perfeitateen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.