A Filha da Minha Mãe e Eu

sexta-feira, janeiro 11, 2013

A Filha da Minha Mãe e Eu
Sinopse: Sensível e tão real a ponto de fazer você se sentir parte da família, A filha da minha mãe e eu conta a história do difícil relacionamento entre Helena e sua filha, Mariana. A história começa quando Mariana descobre que está grávida e se dá conta de que, antes de se tornar mãe, é preciso rever seu papel como filha, tentar compreender o de Helena e, principalmente, perdoar a ambas. Inicia-se, então, uma revisão do passado – processo doloroso, mas imensamente revelador, pautado por situações comoventes, personagens complexos e pequenas verdades que contêm a história de cada um. 
Categoria: Literatura Nacional / Romance
 Avaliação final: 

Quem nunca teve uma relacionamento meio complicado com a mãe que atire a primeira pedra. Em alguma fase da nossa vida a nossa relação com a nossa mãe fica mais complicada, seja pelo fato de acharmos que ela não nos compreende,  que ela nos ame tanto quanto deveria ou ainda que ela não quer nossa felicidade e nos proíbe das melhores coisas da vida na nossa opinião. 

O livro "A filha da minha mãe e eu", da escritora brasileira Maria Fernanda Guerreiro trata a relação mãe e filha de uma maneira delicada, mas ao mesmo tempo dura e sem rodeios.  A história tem como ponto de partida quando Mariana descobre que está grávida e se dá conta que antes de se ver  como mãe ele precisa pensar no seu papel como filha e reavaliar todo a sua relação com a sua própria mãe.

Quando vi as duas listras azuis no teste de gravidez, tive uma certeza: preciso me sentir filha antes de me tornar mãe. Porque uma parte da minha alegria era inventada e, a outra, não era minha - Página 07

No decorrer das páginas Mariana nos relata um pouco da sua infância e como era sua relação com seus pais e com seu irmão. Ela também nos apresenta um pouco de como foi a vida de seus pais antes de se conhecerem, o inicio do namoro, o casamento e o nascimento dos filhos.  De maneira rápida mais sem deixar os detalhes de lado conhecemos um pouco de cada personagem e as fases que Mariana passou, da infância ao incio da vida adulta e sua relação com a família.

Um fato que achei interessante do livro é que apesar do ponto de partida da estória ser a descoberta da gravidez de Mariana e a relação com sua mãe, o livro não só foca apenas nisso. A autora soube abordar outros temas como adoção, homossexualidade, drogas, transtornos psicológicos, entre outros temas que casam perfeitamente com o foco principal do enredo.  O inicio do livro é um pouco monótomo, mas no decorrer das páginas, mas precisamente no inicio da adolescência de Mariana temos uma reviravolta e as coisas começam a ficar mais interessantes.  

"A Filha da Minha Mãe e Eu" talvez não seja aquele livro que faça você chorar no inicio ao fim, mas com toda a certeza vai mexer com você. Vai fazer você repensar algumas questões quanto a relação que você tem com sua família e em alguns momentos você irá até se identificar com alguns clichês mãe e filha.  Para os amantes da psicologia este livro é uma leitura instigante para a reflexão. 






Você Pode Gostar Também

11 comentários

  1. Parece muito bonito ^^
    Eu não sou muito chegada em livros assim, porque eu fico super depre kkkk

    Att, Line
    putmerd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não tenho taaaanta vontade de ler esse livro mas se tiver uma oportunidade leio sem problemas!
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. a história parece profundamente ccativante, daquelas que nos emocionamos ao ler. mas honestamente, não é o tipo de livro que gosto ler, mas quem sabe dou uma chance?
    bjs ;)

    http://minhaspequenasverdades.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. A história é bem bonita! Quero ler!!!

    Beijos!
    meumundoecolorido.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, linda! O livro parece ser maravilhoso, porque uma relação mãe-filha é incrivelmente importante para ambas das partes e acho que quem lê esse livro, pode inclusive, aprender sobre essa importância e como ser mais próxima da mãe também, não é?

    Beijos, Fernanda.
    @ferzucolotto

    www.meianoiteequinze.com

    ResponderExcluir
  6. Parece uma boa história. E é como dizem mesmo: só sabemos o que uma mãe significa qd tbm passamos a ser mães. =)

    ResponderExcluir
  7. O livro parece ter uma história linda!
    http://www.profanofeminino.com/2013/01/a-filha-da-minha-mae-e-eu.html

    ResponderExcluir
  8. Parece ser bom :)
    http://bomdia-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Vi muitas resenhas falando muito bem desse livro, e desde a primeira que eu li gostei imediatamente do livro. O problema é que não ainda não pude comprá-lo. Me identifiquei bastante com a história.

    ResponderExcluir
  10. Adorei resenha!
    Amo livros que trazem reflexões! A história em si já mostra isso.
    Me identifiquei muito com o livro e adorei o quote!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha, parabéns!
    Me identifiquei bastante com o livro, adorei o quote, e me animei ao saber que ele era carregado de reflexão.
    A história em si já parece prometer muito.
    Estou ansiosa para ler

    Beijos!

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.