A minha mão, é a contra mão.

segunda-feira, dezembro 03, 2012


Eu achei que não precisava gritar para os quatro cantos, que amor de verdade era sentindo e não, só falado. Mas você precisava disso, como se fosse gasolina para continuar. Você jurava que cada despedida era para sempre, mas era só um até amanha. Já estava tudo tão desconectado, que eu não sabia se estávamos indo ou voltando, você dizia que eu andava na contra mão, mas parecia tão certo. Eu olho se minha janela esta aberta antes de dormir, todas as noites. Saiu de casa 2 horas antes do meu horário, só pra não chegar atrasada no trabalho, a contra mão  é só um válvula de escape. Eu sei que a vida não é justa, mas a gente tem que se inteligente, o que não serve, a gente joga fora. Não compramos nada com o intuito de que um dia vai servir, ou é agora ou não mais. Então é isso, a contra mão virou a mão certa para mim, eu me tornei essa pessoa de quem eu tenho orgulho, e se tudo isso não encaixa no que você diz que é o amor perfeito, pegue a mão do lado, talvez sirva para você. 

Você Pode Gostar Também

2 comentários

  1. Gostei dos trechos: "Eu achei que não precisava gritar para os quatro cantos, que amor de verdade era sentindo e não, só falado.[...]Você jurava que cada despedida era para sempre, mas era só um até amanha. Já estava tudo tão desconectado, que eu não sabia se estávamos indo ou voltando". Muito bom!

    TRASH ROCK

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.