Eu Perdi o Rumo

by - segunda-feira, setembro 24, 2018


Freya perdeu a voz no meio das gravações de seu álbum de estreia. Harun planeja fugir de casa para encontrar o garoto que ama. Nathaniel acaba de chegar a Nova York com uma mochila, um plano elaborado em meio ao desespero e nada a perder.  Os três se esbarram por acaso no Central Park e, ao longo de um único dia, lentamente revelam trechos do passado que não conseguiram enfrentar sozinhos. Juntos, eles começam a entender que a saída do lugar triste e escuro em que se acham pode estar no gesto de ajudar o próximo a descobrir o próprio caminho.  Contado a partir de três perspectivas diferentes, o romance inédito de Gayle Forman aborda o poder da amizade e a audácia de ser fiel a si mesmo. Eu Perdi o Rumo marca a volta de Gayle aos livros jovens, que a consagraram internacionalmente, e traz a prosa elegante que seus fãs conhecem e amam.
📖Skoob 👍Avaliação Final:  ✩ 

Pelo menos uma vez na vida você teve ter se sentido uma pessoa perdida e se questionando o rumo que sua vida estava tomando. Apesar de ser uma sensação horrível você não foi a única que passou por algo parecido e exatamente isso que Gayle Forman nos mostra em seu mais novo livro Eu Perdi o Rumo. 

Os três podem ser  perfeitos desconhecidos, com  vidas diferentes e problemas diferentes, mas ali, naquele consultório, estão medindo a tristeza da mesma forma. Estão medindo em perdas. 

Intercalando a narrativa em terceira e primeira pessoa conhecemos Freya, Harun e Nathaniel três jovens desconhecidos, que acabam tendo suas vidas interligadas após uma acidente no Central Park.  A única coisa que eles possuem em comum é conhecer a sensação da perda, de se sentir perdido.  

Inicialmente me senti um pouco perdida, mas depois de avançar algumas páginas ficou claro a intenção da autora na construção de sua trama, e a leitura fluí muito bem, fazendo este livro entrar na categoria de perfeitos para se ler em um dia. Mas voltando a trama temos capítulos que entendemos como Freya, Harum e Nathaniel  foram perdendo o rumo até se encontrarem no Central Park, para mim esses foram meus capítulos favoritos por poder conhecer um pouco sobre a vida de cada um.   Nos demais acompanhamos o presente e como o encontro dessas três pessoas irá impactar a vida deles. 

As pessoas têm que ser pacientes umas com as outras, Compreender que às vezes a situação asi dos trilhos, que certas coisas não podem ser apressadas. Que uma pessoa pressionada acaba cometendo erros. 

Gayle sabe como criar uma história envolvente e emocionante em poucas páginas. Eu Perdi o Rumo ao meu ver não é sobre descobrir seu lugar no mundo, mas encontrar um meio de mostrar ao mundo quem você é e reivindicar seu lugar de direito, aquele que você sempre soube que era seu, mas por medo foi deixando de lado, até o ponto de você se olhar no espelho e não se reconhecer mais. 

Com um final surpreendente Eu Perdi o Rumo é um lembrete de que todos podemos perder o rumo às vezes e que tudo bem isso não é o fim do mundo, que não estamos sozinhos, que as amizade funcionam como um bússola nos mostrando o lugar de casa. 

Você pode gostar

1 comentários

  1. Esse livro não é um livro, é a minha vida hahahaha Gosto desses livros que juntam histórias de vários personagens e a principio não existe apenas um foco. Amei essas citações <3
    Beijos, Isa Nonemacher

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.