Uma História de Verão

by - quarta-feira, março 14, 2018

É o último verão de Analu perto de casa antes da faculdade. Entre a dificuldade de se entender com seus pais, que queriam que ela cursasse Direito e não Cinema, e as persistentes comparações com seu irmão gêmeo, André Luiz, o grande exemplo de filho que faz tudo para agradar, a garota está cansada de tanta hipocrisia e da cobrança de todos e só quer aproveitar suas férias com os amigos. O lugar é lindo, o clima está ideal e não faltam lembranças em cada cantinho da praia. Pena que nem todas são boas: a primeira decepção amorosa e grande paixão de Ana Luísa, Murilo, está de volta com o sorriso cafajeste de sempre e novas promessas. De um lado, o futuro em uma nova e incrível cidade, São Paulo; do outro, os amigos, a família e um amor traiçoeiro que ao mesmo tempo machuca e envolve.
📖Skoob  👍Avaliação Final: 

Antes de mais nada eu preciso dizer que está  não é apenas mais uma história de amor. 
Uma História de Verão é o segundo  livro solo de Pam Gonçalves, e apesar de acompanhar seu trabalho desde  o extinto blog Garota It, este é o primeiro livro que leio dela e cá estou para compartilhar com vocês o que eu achei. 

Aposto que em algum momento da sua vida você já viveu uma amor de verão, aquele que chega sem avisar, é avassalador, mas que vai embora da mesma maneira que veio e ainda que breve deixa marcas.

Agora estou pronta para agir como uma peça desse jogo de xadrez. O que não imaginam é que posso virar o tabuleiro a qualquer momento.

Analu aprendeu ainda cedo que o amor não é exatamente aquilo que os contos de fadas nos apresentam e que ele pode ser um sentimento perigoso e muito cruel. Porém apesar dos golpes que a vida lhe deu ela ainda guarda consigo um pouco de fé e espera encontrar um amor que liberta e não um que a mantém refém.  Antes de tudo mudar ela e seus amigos (Gisele e Yuri) embarcam para a Praia do Rosa, localizada no estado de Santa Catarina para curtirem tudo aquilo que alguns dias na praia pode oferecer, porém o que deveria ser um um verão leve e descontraído, acaba sendo um período um pouco turbulento de descobertas, pontos finais e novos começos.


A autora conseguiu construir personagens compatíveis com a nossa realidade e que nos fazem nos identificarmos com as situações vividas por cada um, assim como abordou assuntos que são rotineiros em nossas vidas, mas que são muitas vezes negligenciados. 
Analu cresceu uma uma típica família de classe média de um cidade do interior, onde vemos que tudo que importa ali a imagem que eles passam para quem vê de fora, não importando o quanto a realidade se diferente do esperado. Ao longo da trama vem como viver em uma família com ideias tão distorcidas do que é certo afetou a maneira que ela lida com seus problemas e mudou seu jeito de ver o mundo. 

Mas eu realmente queria ter alguém para colocar a culpa, porque ter o coração partido uma vez é inevitável, mas deixar que a mesma pessoa entre novamente na sua vida é... falta de amor-próprio.

Gisele e Yuri são aquela dose de realidade que nossa protagonista precisa e acabam roubando a cena em alguns momentos nos fazendo querer saber mais sobre cada um. Murilo é aquele cara mimando que está acostumado a ter tudo que quer e na hora que deseja, provavelmente você já deve ter se deparado com esse tipo, a maneira que Analu lida com ele  talvez incomode alguns, mas ao meu ver suas escolhas refletem como muitas vezes agimos de forma imatura e só depois ao longo dos anos vemos que poderiam ter resolvido aquilo de maneira diferente, mas isso faz parte do amadurecimento e é exatamente isso que vemos aqui. 


Pam conseguiu traduzir bem o processo de passagem da adolescência para a vida adulta por meio dessa transição do ensino médio para a faculdade. Gostei de finalmente ver algo com que eu pudesse me identificar afinal a faculdade no Brasil é bem diferente do que estamos acostumadas a ver em filmes e séries americanas. A descrição das cenas da praia, assim como a mudança para São Paula são tão bem construídas que nos sentimos na pele da protagonista e alguns momentos algumas situações se misturam com nossas memórias. 

O problema é que mesmo quando é muito bem colado, fica a cicatriz. A rachadura sempre vai ficar visível. E então vai voltar a se quebrar de novo, é só uma questão de tempo.

Uma História de Verão apresenta uma leitura rápida e fluída, mas não se deixe enganar pela capa de cores alegres o assunto  nele tratado passa longe se ser algo bonito, aqui encontramos a dura realidade de muitas famílias e jovens. A Pam conseguiu contar de uma  maneira simples o processo de amadurecimento e descoberta da importância do amor próprio para se finalmente começar a escrever uma história feliz.  Como eu disse essa não é uma história de amor, mas uma história sobre a importância de se amar e buscar aquilo que de faz bem independente do que os outros vão achar. 






Você pode gostar

7 comentários

  1. Ao final, com a sua conclusão da leitura deste livro, pude sentir ainda mais vontade de ler!
    E a capa realmente, foi muito bem trabalhada. Lindíssima!
    Irei colocar na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Gostei muito da tua resenha, completa e direta.
    Confesso que no inicio da leitura da resenha eu não me interessei pelo livro, pois pela capa e pela sinopse aparenta ser só mais um livro juvenil falando do mesmo tema já batido, o primeiro amor. Confesso que nunca fui muito fã desse tipo de história, a única que realmente me conquistou e ganhou meu coração foi Fazendo o Meu Filme.
    Mas o final da tua resenha me surpreendeu e me deixou sim curiosa para saber do que exatamente se trata o livro.

    Abraços!
    Cantinho da Lua

    ResponderExcluir
  3. Quero muito ler esse livro e sua resenha me deixou ainda mais ansiosa por essa leitura. Tenho um pouco de medo de me decepcionar mas acredito que será uma ótima experiencia de leitura.

    ResponderExcluir
  4. primeiramente, que fotos fantásticas! lindas e super alto astral!
    segundamente, adorei a tua resenha! tu escreve muito bem e fiquei com muita vontade de ler o livro, de verdade! parece ser ótimo! ♥

    ResponderExcluir
  5. Não sou adepta a leitura de livros. Por isso não tenho tanto interesse em livros, e filmes, mas tem resenhas que são tão bem elaboradas que nos chamam a atenção na hora. E a sua com certeza é uma dessas. irei ler com certeza.

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro encontrar livros de autores brasileiros que mostram melhor nossa realidade. Eu, pelo menos, costumo ler mais livros de fora e embarcar no mundo deles, mas é tão gostoso ver histórias legais tendo nossa própria terra como cenário, né? Esse livro da Pam parece ser um exemplo disso. Fiquei bem curiosa em saber da história completa. Vou colocar na minha lista!

    ResponderExcluir
  7. Se tô morrendo de vontade de ler esse livro? COM TODA CERTEZA! Fiquei toda arrepiada lendo sua resenha porque nossa, me identifiquei muito com as questões com que ela tem que lhe dar. Minha família é bem isso também de o que importa é o que a pessoa de fora pensa sabe e isso me irrita muito.

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.