One Day At A Time

by - quarta-feira, março 07, 2018


Dia 8 de Março é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Pensando na data hoje trago uma série que diverte, emociona e inspira, onde acompanhamos a história  de três gerações de mulheres de uma mesma família. Com episódio rápidos é uma ótima opção para começar a maratonar. Continue lendo e saiba mais sobre. 

One Day at a Time é uma série original da Netflix, sendo uma  versão moderna da série homônima dos anos 70. A série original já era conhecida por ser progressista e feminista para o seu tempo, e sua protagonista foi uma das primeiras mães solo da TV americana. 

Já versão de 2017, escrita por Gloria Calderon Kellett e Mike Royce, temos a trama centrada em uma família cubana-americana liderada pela mãe, Penélope, uma enfermeira ex-militar separada que cria um filho adolescente e cheio de energia e uma filha ativista. A mãe de Penélope, Lydia a ajuda a cuidar das crianças e nas tarefas da casa. Porém também temos no elenco pricipal o proprietário do prédio e amigo da família, Schneider e o chefe de Penélope, Dr. Leslie Berkwoitz que vai conquistando aos poucos seu lugar na série e tendo uma maior destaque na segunda temporada.



A série possuem duas temporada até o momento, contendo 13 episódios cada uma uma, sendo cada episódio com cerca de 30 minutos. Em um primeiro momento One Day At A Time pode parecer apenas mais uma sitcom para se passar o tempo, porém ela inova em trazer de maneira leve e certeira temas considerados polêmicos.  Todos os temas trabalhadas surgem de maneira natural e nos fazem refletir ao mesmo tempo que nos diverte. A série sem dúvidas entrou para minha lista de melhores séries de comédia e um verdadeiro exemplo de Girl Power. 



One Day At A Time é uma série que se destaca das demais não apenas pela sua trama, mas pela construção de seus personagens e como eles se tornam tão reais abordando situações de cotidiano, esse detalhe faz com que seja praticamente impossível não se identificar com vários situações.  É difícil falar sobre a série sem falar sobre os personagens, então confiram um pouquinho sobre cada um dos protagonistas. 

Penélope (Justina Machado) é uma veterana de guerra que atuou no Afeganistão e até hoje sofre com as consequências desse périodo de sua vida, tanto fisicamente quanto psicologicamente. A personagem abordará assuntos como a desigualdade salarial entre homens e mulheres no ambiente de trabalho, assim como a dura realidade de ser uma mãe solo,  depressão e o tratamento de veteranos de guerra. 



Lydia (Rita Morero) é a matriarca da família, uma senhora alegre, vaidosa,  devota à família e a sua religião. Ao meu ver ela é sem sombra de dúvidas a alma da série, um dos personagens mais carismáticos e a grande responsável por nos fazer rir e chorar em um mesmo episódio. A abuelita é um exemplo de uma pessoa que cresceu rodeado de preconceito e aprendeu a ter isso como certo, mas ao longo dos episódios vamos vendo sua evolução como pessoa o que faz a gente amar cada vez mais a personagem e aprender com ela. Com esta personagem veremos assuntos como imigração, preconceito religioso e a dificuldade de aceitar o novo. 

Elena (Isabella Gome) é uma garota que tem convicções muito fortes sobre o mundo e que deseja fazer a diferença e deixar sua marca no mundo. Ao longo dos episódios ela levanta questões como representatividade, sexismo, homofobia e consciência política para dentro de casa; 
Alex (Marcel Ruiz)  é um garoto  que tem orgulho de ter sangue cubado correndo em suas veias, é um garoto inteligente e gentil. Aos pouco vamos vendo a passagem da infância para a adolescência e o seu despertar para a realidade do mundo.  
Schneider (Todd Grinnel) é aquele personagem que vai nos conquistando aos poucos. Ele faz aquele típico cara de trinta e poucos anos, com complexo de pobre menino rico que ainda não encontrou seu lugar no mundo. Porém vamos vendo que ele é muito mais que isso e o quanto sua participação é importante passado de apenas o  proprietário do prédio para um membro da família Alvarez. 

E ai alguém também já acompanha a série? Que não conhecia curtiu a dica? Vocês gostam de série mais vida real? Contem para gente nos comentários.  

Você pode gostar

11 comentários

  1. Eu virei uma viciada em séries toda série moderninhas, produzida pela netflix me chama a atenção e essa não foi diferente. Posso estar enganada, mas algo nela me lembra Full/Fuller House, que é minha série favorita da infância. Quero logo assistir, amei a dica

    ResponderExcluir
  2. Não acredito que eu ainda não conhecia essa série.
    É um tipo de série que eu ia gostar muito de assistir. Já abri o netflix e deixei ela salva pra não perder.
    Além te ter gostado da resenha sobre a série, achei legal você descrever os personagens, completou muito bem a resenha.

    Beijos

    Camila Por Aí

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia essas serie acredita? Nem mesmo tinha ouvido falar nela, mas fiquei super interessada em vê-la, só tenho que ver as outras da lista primeiro

    ResponderExcluir
  4. Eu gostatia tanto de curtir umas séries porém o tempo que é tão escasso não me.ajuda muito.Mas vou dedicar um tampinha para apreciar algumas...
    www.robsondemorais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Nunca tinha ouvido falar da série, mas a vontade de assistir bateu forte.
    Gosto quando algo me diverte e ainda aborda outros temas forte.

    ResponderExcluir
  6. Estou entrando nesaa fase de séries e ainda não conhecia essa, mas parece ser legal. Valeu pela fica. Beijos 😘

    ResponderExcluir
  7. Olás.
    Nunca tinha ouvido falar dessa série e adorei a indicação. Adoro séries levinhas e ao msm tempo relevantes. Os personagens parecem ser o máximo. Vou assistir logo.
    Bjss

    ResponderExcluir
  8. BOA! Eu adoro ter novas coisas para assistir, principalmente quando descubro elas antes do final de semana, que promete várias horas na frente da TV! Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Confesso que não sou muito ligada a séries e que não conhecia essa haha Adorei o post, parece ser uma série bem interessante :)
    by: atravesdaescrita.bogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Como é que nunca ouvi falar dessa série?Já quero assistir

    Amei o post ,essa série parece ser bem interessante.Parece que tem todos os ingredientes para que eu ame essa serie

    Beijos
    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  11. Não acho que seja o tipo de série que assisto, mas você mandou tão bem na resenha que eu acho que cou dar uma chance, já que estou sem nada pra assistir.

    Bites!
    Tary Belmont

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.