A Última Camélia

domingo, novembro 26, 2017

Às vésperas da Segunda Guerra Mundial, o último espécime de uma camélia rara, a Middlebury Pink, esconde mentiras e segredos em uma afastada propriedade rural inglesa. Flora, uma jovem americana, é contratada por um misterioso homem para se infiltrar na Mansão Livingston e conseguir a flor cobiçada. Sua busca é iluminada por um amor e ameaçada pela descoberta de uma série de crimes. Mais de meio século depois, a paisagista Addison passa a morar na mansão, agora de propriedade da família do marido dela. A paixão por mistérios é alimentada por um jardim de encantadoras camélias e um velho livro. No entanto, as páginas desse livro insinuam atos obscuros, engenhosamente escondidos. Se o perigo com o qual uma vez Flora fora confrontada continua vivo, será que Addison vai compartilhar do mesmo destino?
📖Skoob 👍Avaliação Final: 


A Última Camélia é aquele tipo de livro que muitas vezes nos passa despercebido. Sua capa é bonita, mas nada extraordinário, o título não é algo que chama a atenção. Já a sinopse ela tem  uma capacidade ambígua, para uns ela pode atrair pela promessa de um mistério a ser solucionando, para outros afastas por parecer uma história clichê boba com risco de ser mal executada.  

Confesso que no meu caso a sinopse me atraiu ao mesmo tempo que me deixou receosa. Comecei a leitura sem grandes expectativas, porém torcendo para que não fosse uma leitura ruim. Para minha surpresa já nas primeiras páginas a história conseguiu me prender me deixando curiosa pelo desenrolar da trama. 



O livro é narrado em primeira pessoa, tendo seus capítulos intercalados entre duas protagonista distintas, situadas em época diferentes, mas sendo unidas por um grande mistério não solucionado. Cada capítulo corresponde a uma protagonista que são identificados no inicio pelo nome da personagem e se distinguem também pela diferença na tonalidade da cor da fonte. 

Ele dizia que admirava minha força, o fato de eu conseguir viver no presente sem me lamentar do meu passado. Ah, se ele soubesse...

De um lado temos Flora em 1940 e em outro Addison  nos anos 2000. As únicas coisas que essas duas mulheres possuem em comum é que ambas possuem uma forte ligação com botânica, são americanas e acabam se envolvendo nos segredos guardados na Mansão Livingston. Um detalhe que achei interessante é a maneira que a autora interligou as narrativas de cada personagem. Os relatos de Flora preenchem as lacunas das indagações de Addison e vice-versa. 


A Última Camélia é um bom exemplo de livro que é capaz de agradar os mais diversos tipos de leitores. Ele possuí um bom mistério a ser desvendado, um dose de drama e romance na medida certa, tudo muito bem estruturado. Os personagens são bem construido e a trama é desenvolvida de maneira que você se sinta próxima dos personagens e  animada para finalmente descobrir o que realmente aconteceu/acontece na Mansão Livingston. 


A verdade é que sempre sabemos a coisa certa a fazer. A parte difícil é fazê-la.

A Última Camélia poderia perfeitamente ser um livro 5 estrelas, mas infelizmente alguns acontecimentos forem desenvolvidos de maneira muito rápida e algumas respostas foram dadas de maneira superficial, nós somos apresentados as respostas para nossas perguntas, mas não da maneira que esperávamos que elas fossem respondidas. Temos a resposta, mas falta alguns detalhes que ao meu ver tornariam a experiencia de leitura ainda melhor. 

Sabe... eu já pensei muito sobre isso e acho que as pessoas são bastante parecidas com aquelas estrelas lá em cima. Algumas brilham fraquinhas por milhões de anos, mal podendo ser vistas por nós na Terra. Elas estão lá, mas você mal percebe. Mas outras brilham com tanta intensidade que iluminam o céu. É impossível não notá-las. [...] Mamãe era uma dessas.

A leitura é ágil o que dá a impressão de  as 320 serem bem menos que isso.  Consigo imaginar esse livro combinando perfeitamente com um dia de domingo, onde geralmente queremos algo que nos tire do tédio, mas nada extravagante demais por no dia seguinte é segunda-feira. 

Recomendo a leitura de A Última Camélia para quem procura uma história simples, mas com a capacidade de surpreender. 






Você Pode Gostar Também

8 comentários

  1. Olá, tudo bem? Geralmente leituras que menos esperamos são as que mais nos surpreendem, né? Para ser sincera, a capa e o nome não me atraíram nem um pouco, mas faço parte do lado que ficou curioso com a sinopse.(rsrs). A resenha também deu uma forcinha e o livro acabou de entrar para minha meta de 2018.

    Bye Bye

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca li esse livro, mas gostei bastante do enredo. Acho que vou até baixar pra ler depois. Gosto de histórias simples de vez em quando.
    Bjks!

    ResponderExcluir
  3. Adoro livros que intercalam entre espaços temporais <3 me lembrou um pouco dos livros da Kate Mosse (Labirinto e Sepulcro), e também e O Mundo de Flora, da Angela Gutiérrez (esse é nacional). Vale dar uma olhada, tem uma pegada bem interessante, acho que você pode gostar também <3

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto de livros com protagonistas mulheres. Este, por exemplo, se destaca por trazer protagonistas em épocas distintas. Já tinha visto ele em alguns blogs, mas sempre achei que se tratava de romance de época. Agora que parei para ver quem é a autora. Eu li Neve na Primavera, que também traz protagonistas em épocas diferentes.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Esse tipo de livro me deixa muito receoso. Gosto muito de mistérios, etc, mas ao mesmo tempo tenho a impressão que colocando esses romances, etc, vai acabar estragando. No entanto, acho que se eu fosse ler teria uma chance de gostar, quem sabe?

    xoxo http://www.sextadimensao.com/

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Olhando a capa e o título, eu jurava que se tratava de um romance histórico! Que surpresa! A sinopse não me chamou atenção, mas sua resenha sim. Ainda mais por parecer uma leitura rápida e que não gerou tantas expectativas.

    ResponderExcluir
  7. Não sei se é o tipo de livro que leria, apesar de todo o mistério. Mas é sempre bomer suas resenhas. Agora se tombar com esse livro naa livrarias vou lembrar de ti e cogitar XD

    Bites!
    Http://www.tarybelmont.com

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bem? Li algumas resenhas sobre esse livro anteriormente e as opiniões se dividem. Há os que foram surpreendidos pelo enredo e outros como você acreditam que a história acabou muito rápido sem responder algumas perguntas ou respondeu de forma subjetiva. Já coloquei na minha lista tenho curiosidade em ler. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.