Filhas da Luta

quarta-feira, março 25, 2015



Ser mulher não é uma tarefa muito fácil. Apesar de muitos anos de luta ainda temos um longo caminho que precisamos caminhar para que possamos conquistar a tão sonhada liberdade, respeito e igualdade de gêneros. Em um mundo capitalista e machista é difícil mostrar nosso valor, que não somos apenas mais um rostinho bonito ou um corpo escultural, um produto descartável encontrado em liquidação.  Somos muito mais que a nossa aparência exterior, somos muito mais do que deixamos transparecer, aparentamos uma fragilidade para não deixarmos tão evidente o quanto podemos ser fortes e não estou falando apenas de força física. 

Aprendemos desde cedo que a vida não é fácil e que as coisas se tornam mais complicadas quando se nasce mulher. É TPM, cólica, efeito sanfona, ter que ser ter que ser muitas em uma, mas não ser bipolar, ter que ser bonita ou inteligente, porque é incrível que achem que as duas palavras não combinam na mesma frase sem ter um "ou" ao invés de "e" separando as palavras. Ter que ser independe, mas depender de um marido, não poder expressar sua personalidade, poder falar, mas não ter voz. 



É minhas amigas a vida não é fácil, nem de longe parece com os contos de fadas da Disney, mas se pararmos para refletir a vida se torna tão mais fascinante quando vemos mulheres que ao invés de esperar pelo príncipe encantado ou pela fada madrinha, sairão em busca do próprio final feliz. Já perceberam o quão libertador é assumir as rédeas do próprio destino, deixar de ser apenas uma expectadora e começar a escrever o que acontecerá daqui em diante. Já pensarão em como seria incrível se as mulheres se apoiassem mais? 

Se deixassem pequenas diferenças de lado e focássemos no que cada uma tem de bom a oferecer, se deixássemos de lado a ditadura da beleza e vivêssemos mais a democracia, destacando o quão linda a a diferença que cada uma tem, se aceitando de gente que nós realmente somos de dentro para fora e aceitando as outras como elas são. Imaginem como seria viver em um mundo com menos recalque, mais amigas e menos inimigas.  É meninas tudo pode parecer um pouco utopia, mas não custa nada sonhar. Todo dia é dia de luta na vida de uma mulher, começando com aquela luta diária para escolher com que roupa eu vou? Ou para decidir qual a melhor maneira de deixarmos nossa marca no mundo.
"Não me venha falar na malícia de toda mulher, cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é..." 

Você Pode Gostar Também

1 comentários

  1. Concordo plenamente com você! Abrir novos horizontes, olhar para nós de maneira diferente e sem culpa de assim agir é algo bem difícil! Mas ainda bem que já estamos conseguindo abrir estes espaços não é verdade!

    Bela reflexão!


    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.