Passarinho

segunda-feira, agosto 15, 2016


Te deixo livre para que assim você possa voar. Conhecer o mundo e quem sabe por encolha própria decida ficar. Vai, pode ir. Não, não tem nenhuma pegadinha, é que pássaro preso não canta na gaiola e eu gosto tanto de te ouvir cantar.  

É estranho ter tanta liberdade, e no fundo eu te entendo, é estranho se ver entre tantas opções e não saber qual escolher, tudo parece tão atrativo ao mesmo tempo que parece tão errado. Eu diferente de você sempre fui livre, mas nunca tive asas para voar, já você sempre teve asas, porém nunca soube o que é viver além das grades, aproveitar o que quer  que seja essa tal liberdade que tanto se almeja. 

Vai meu passarinho, vai conhecer o mar, ver as montanhas e tudo mais que há para se explorar. Vai para onde teu coração te levar, eu desejo bem no fundo que apesar de todas as possibilidade seu coração deseje não sair do lugar. 


Você Pode Gostar Também

6 comentários

  1. Que post maravilhoso! <3

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. Que texto lindo! Amei <3

    itiskimby.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Oi! Adorei o seu texto, simples, curto, mas muito bonito e sincero! Passarinhos/pessoas foram feitos pra serem livres e não para ficar presos em gaiolas, quando mais vc prende mais ele quer fugir! Depois de muito tempo a gente aprende isso! Bjoo
    http://www.taviajandomenina.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto amore, é importante deixar livre, apesar da vontade de prender. Mas você verá a delicia que é quando dentre todas as opções existentes ele mesmo assim volta! Beijão, www.desapegaadri.com

    ResponderExcluir
  5. A palavra que descreve seu texto é inspiração! Ele pode ser visto em tantos ângulos e possibilidades, é uma despedida de quem deixa o filho seguir adiante da vida com seus próprios passos, são enamorados que decidem seguir caminhos distintos, e, ao mesmo tempo, é uma ótima análise sobre o ser livre. Ser livre é muito mais do que poder ir apenas, é poder voltar, pode ficar. É saber que, sozinho, às vezes, não se é livre também. É saber que cada um se completa, porque um sabe voar e o outro, sabe ser livre.
    Adorei mesmo!
    xoxo

    ResponderExcluir
  6. Que texto lindo! Super sincero e real, meu lado possessivo precisa aprender com você haha


    Beijinhos! <3

    www.carolpestana.com

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.