Filmes que marcaram nossa infância

terça-feira, outubro 11, 2016


Amanhã é comemorado o Dia das Crianças e  é quase impossível não entrar em uma vibe nostálgica relembrando tudo aquilo que marcou nossa infância. Aposto que você já se pegou dizendo aquela tão temida frase "Na minha época a gente..."

Mas para quem cresceu nos anos 80 e 90 sabe que as melhores coisas fizeram sucesso nessa época e é praticamente impossível falar dessas lembranças sem ter um ar saudosistas. Nessa época os filmes da sessão da tarde faziam a nossa alegria e nada melhor que falar um pouco sobre alguns que  marcaram a nossa infância.


1. Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira: Muito antes o bruxinho Harry Potter, o universo onde a magia era algo real já nos encantava e nos fazia querer viver essa realidade graças a bruxinha Sabrina. Foram três filmes e 7 temporadas de uma série de TV, produzida pela rede ABC e exibidas no Brasil pela Nickelodeon (TV por assinatura), mas também foi exibida na rede Globo, Record e no SBT.   Aposto que quando você assistiu aos filmes Sabrina, a Bruxa Adolescente (1996) - Sabrina Vai a Roma (1998) - Sabrina vai a Austrália (1999) além de querer ter o dom da magia você desejou muito poder viajar pelo mundo. Não posso esquecer que também Sabrina também ganhou uma versão em desenho intitulada A Bruxinha Sabrina inspirada nas histórias em quadrinhos da Archie Comics Sabrina, The Teenage Witch.


2. Filmes da Mary-Kate e Ashley Olsen: aposto que você cresceu assistindo aos filmes das gêmeas Olsen. Mas precisamente tudo começou com a série de TV Full House ( Três é demais aqui no Brasil) onde nos encantamos com Michelle a caçula da familia Tanner. Eu poderia fazer uma postagem só com os filmes protagonizados pelas duas, afinal a lista é longa, mas para relembrar sou citar apenas alguns aqui como: Fugindo para a Casa da Vovó (1992) - As Namoradas do Papai (1998)  Passaporte para Paris (1999) - Confusão na Austrália (2000) -  Conquistando Londres (2001) - Férias em Roma (2002) -  No Pique de Nova York (2004)


3. A Princesinha: Esse filme foi daquelas que os fez sonhar, depois destruiu nosso coraçãozinho e nos deu esperanças de dias melhores no final. 1914, Simla, Índia. Sara Crewe  é uma garota inglesa que vivia feliz, apesar de ser órfã de mãe. Quando eclodiu a 1ª Guerra Mundial seu pai, o capitão Crewe, que pertencia ao exército inglês, tem que ir para a guerra. Porém antes vai a Nova York para deixar Sara num luxuoso internato para moças, no qual a mãe dela já estudara e que é administrado agora com mão de ferro pela Srta. Minchin. A Srta. Minchin fica incomodada com a criatividade de Sara, que logo cativa a maioria das garotas. Um dia o Sr. Barrow, o advogado do pai de Sara, chega no colégio para dizer que não haveriam mais pagamentos, pois o pai de Sara tinha morrido em combate. Minchin então faz Sara trabalhar como uma criada, para pagar sua estada ali.


4.  A História sem fim: Ler um livro ganhou um novo sentido após esse filmes. História sem fim era daquelas filmes que fazia a gente sozinha e estimulava a nossa já fértil criatividade. Recordando Bastian é um garoto que usa sua imaginação como refúgio dos problemas do dia-a-dia, como as provas do colégio, as brigas na escola e a perda de sua mãe. Um dia, após se livrar de alguns garotos que insistem em atormentá-lo, ele entra em uma livraria. Lá o proprietário mostra um antigo livro, chamado A História Sem Fim, o qual classifica como perigoso. O alerta atiça a curiosidade de Bastian, que pega o livro emprestado sem ser percebido. A leitura o transporta para o mundo de Fantasia, um lugar que espera desesperadamente a chegada de um herói. A imperatriz local  está morrendo e, junto com ela, o mundo em que vive é aos poucos devorado pelo feroz Nada. A única esperança é Atreyu, que busca a cura para a doença da imperatriz com a ajuda de Bastian.  O filme de 1984 fez tanto sucesso que ganhou mais duas sequências, “A História Sem Fim 2” e “A História sem Fim 3“, mas que em minha opinião não são tão bons quanto o primeiro.  Curiosidade: O filme é baseado no livro “Die unendliche Geschichte” do escritor alemão Michael Ende. 


5. Filmes do Didi: nesse top 5 não poderia deixar de falar sobre o Didi. Os trapalhões fizeram história e marcaram nossas vidas. Mesmo depois do fim o Didi continuou fazendo a alegria das crianças com seus filmes  como por exemplo: A Princesa Xuxa e os Trapalhões- Simão, o Fantasma Trapalhão - O Trapalhão e a Luz Azul - Didi, o Cupido Trapalhão - Didi Quer Ser Criança - Didi, o Caçador de Tesouros - O Guerreiro Didi e a Ninja Lili. 


Não poderia deixar de citar filmes como:  Meu Primeiro Amor - Matilda - O pestinha - Jumanji Beethoven Os Batutinhas -  Esqueceram de Mim - Querida, encolhi as crianças  - Zoando na TV - O Máscara - A incrível jornada - Babe - O porquinho atrapalhado -  Free Willy - O jardim secreto - Em busca do vale encantado - Os filmes da Turma da Mônica.


Agora me contem quais filmes marcaram a infância de vocês? Alguns desses também fez parte da sua? 


Você Pode Gostar Também

8 comentários

  1. Ai que nostalgia! <3 hahaha
    Quando era criança meu filme favorito era Olha quem está falando. Sempre pedia pra minha mãe ver no jornal a programação da Record pra nunca perder! hahaha

    ResponderExcluir
  2. Ah que saudadesss dessa época! Apesar de que muitos destes eu não lembro, e senti falta de muitos que marcaram muito pra mim!

    Beijão
    www.carolpestana.com

    ResponderExcluir
  3. Noosssaaa lembrei de muitos filmes! Simão o fantasma trapalhão foi o primeiro filme que eu vi no cinema! E Sabrina eu era viciada! Adorava o Salem!! O filme da princesinha também era lindo demais, triste, porém lindo!! Muito bom seu post!! Bjoo

    ResponderExcluir
  4. Adoreiiiiiii. Nossa os filmes das Olsen, do Didi *-* Caramba que coisa mais boa recordar dessas coisinhas né, e sim claro com certeza, eu já me peguei dizendo "na minha época" hahahahahha Saudades infância.
    Beiju amore, www.desapegaadri.com

    ResponderExcluir
  5. Ameei seu post, muita nostalgia e como é bom recordar! Eu assisti todos os filmes das gêmeas — Mary-Kate e Ashley Olsen —, e se hoje, eu ligar a Tv e estiver passando, eu assisto! São bons demais! Haha

    Beijos
    www.diveneta.acom.br

    ResponderExcluir
  6. Você escreveu sobre a minha infância? uahuahua TODOS esses filmes fizeram parte da minha infância e são meus amores - menos do Didi huahua eu assistia porque botavam.
    Ai, que amor, sei nem o que dizer uahua emocionei

    bruna-morgan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu olhei só os dois primeiros HAUEHUAEHAUEH
    Desde pequena eu olhava filmes com meu pai, aqui nunca ligaram pra classificação indicativa HAEUHAUHAUHEA :D

    www.viletoria.com.br

    ResponderExcluir
  8. A Princesinha nunca vi esse! Não gostei da sinopse parece triste e eu odeio coisa triste! kkkkkkk Os outros eu assisti 3mil vezes cada, quando se é criança e se tem apenas TV aberta temos que nos submeter ao que passa e esses filmes são clássicos da época, uns bons outros nem tanto, mas todos eles marcaram época e fizeram história *-*

    http://www.juntandoasnerdices.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.