Pés Descalços

segunda-feira, março 28, 2016

Desde o início eu sabia que o caminho que eu teria pela frente não seria nenhum pouco fácil. Não criei expectativas, não romantizei meus dramas, muito menos vi meu sofrimento como motivo de orgulho. A vida não é fácil eles diziam, a vida tem dessas coisas... Sempre a culpada por tudo era a vida, algo muito mais complexo que apenas um substantivo feminino.

Cresci com metas traçadas, amadureci com as pedras pela estrada. Cada vitória, cada conquista nunca foi só minha, a cada novo passo eu nunca estava sozinha. Já as decepções que acreditem foram muitas eu nunca transferi a culpa, eu assumi a responsabilidade por me entregar sem ressalvas, por não firmar contratos, por ter fé, por viver sem medo de me sentir viva, por me jogar em queda livre sem paraquedas. 

Não acredito em destino, prefiro acreditar no livre-arbítrio essa coisa de maktub, já estava escrito não faz nenhum pouco o meu tipo. Por isso agora sigo sem amarras, sem malas...
Apenas eu e Deus. Aqui estou deixando para trás tudo aquilo que já não quero levar comigo, tudo aquilo que me pesa, começando um novo ciclo. De pés descalços, seguindo meu caminho... 

Você Pode Gostar Também

4 comentários

  1. Não acredito em destino, prefiro acreditar no livre-arbítrio essa coisa de maktub, já estava escrito não faz nenhum pouco o meu tipo.

    adorei essa frase em especial <3
    Follow Cíntia

    ResponderExcluir
  2. Olá, o nosso blog está de volta, da uma passadinha lá pra conferir. Obrigada!
    http://velhosoutonos1.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Me identifiquei muito com o teu texto.
    Acho que faço um balanço do que me serve e não serve mais mensalmente e me livro, tiro da minha vida, porque a vida é muito curta pra perder tempo com essas coisas e pessoas que não acrescentam em nada. Antes só do que mau acompanhada.

    Beijos
    Mundo de Nati

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.