A garota que eu queria ser

domingo, janeiro 17, 2016

Eu sempre pensei nela como uma força da natureza, alguém que nasceu para a grandeza e foi criada para ser livre. É incrível como ela não se prendia a conceitos predefinidos nem se deixava limitar por adjetivos a ela impostos. 

Como eu desejava ser aquela garota que todos admiram pela coragem de dar a cara a tapa em tempos em que todos se escondiam atrás de máscaras. O jeito como ela andava já deixava claro o quanto ela era segura de si, tinha um brilho próprio aquele só quem que é feliz de verdade tem. Onde ela chegava tudo virava festa e não estou falando de bagunça. Digo aquela energia boa que faz com que a gente seja grato por cada dia, que nos desperta o desejo de ser mais, se ser melhor, de realmente fazer a diferença.  

Mas sabe quando a pessoa  muitas vezes não se dá conta de quão incrível ela é, que se deixa diminuir e acaba deixando de brilhar para viver a sombra de outro alguém? Aposto que pelo menos uma vez na vida isso vai acontecer com você, e quando esse dia chegar (e eu rezo todos os dias para que ele nunca chegue) lembre-se de que daquela garota de espirito livre que nunca se deixou intimidar para as opiniões alheias, daquela menina que enquanto todos os outros buscavam a sua metade ela já sabia que era inteira. 

Eu sempre achei que queria ser aquela garota, ter sua coragem, disciplina e me aventurar. Mas quando me deparei com a oportunidade de ser quem eu mais queria descobri com ela que eu queria ser eu mesma. Ela me ensinou que tudo aquilo que eu via e desejava ser nada mais era que o reflexo de alguém que se encontrou em meio a inúmeras possibilidade, e aceitou sem medo abraçar sua verdadeira essência, ser aquilo que realmente se é e não o que os outros esperam que você seja. E eu descobri no fim que tudo que eu sempre realmente desejei era poder ser eu mesma, assim como aquela garota era! 

Você Pode Gostar Também

8 comentários

  1. Que lindo *-*, nada melhor que um texto assim para fechar a noite e ir dormir em paz!

    De passagem...

    ResponderExcluir
  2. Que texto banaca! Sempre bom ler coisas assim, nos ajudam a lembrar que quão suficiente somos.
    Visita? http://playgirlsfashion.blogspot.com.br/

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Amei o texto, não tenho nem palavras, o importante é ser nós mesmos, ninguém é melhor do que nós, a gente nunca vai ser feliz se sempre buscarmos ser quem não somos...

    http://pinkisnotrose.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Seu texto nos dá esperança de que a vida ainda vale a pena. :)
    Ler posts assim dá um ânimo pra alma!

    Beijos,

    Algumas Observações

    ResponderExcluir
  5. Amei, achei muito lindo e inspirador.
    http://eefeitoborboleta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Muito legal seu post! Também me faço os mesmos questionamentos.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Gostei do texto, faz a gente pensar sobre aquela coisa de "a grama do vizinho é mais verde". Muita gente acaba vendo no outro algo melhor, algo para se espelhar, querer ser também e esquece de aceitar a si mesmo e assumir quem é.
    Ser quem a gente é, é a melhor coisa do mundo :)
    Beijos
    http://meroodetalhe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiii! Acabaram as ferias do meu blog e voltei! Parabens pelo texto. Estamos na mesma vibe.. em tempos de escassez de autenticidade, eu tiro o chapeu pra quem saber ser quem se quer ser. Beijo grande

    http://www.verdadeescrita.com/desafiando-as-regras/

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.