Wishlist de Natal

segunda-feira, dezembro 07, 2015

Final de ano sempre traz junto aquela ar nostálgico de como o tempo está passando rápido e o quão distante parece estar os bons momentos vividos, ao mesmo tempo que traz um sopro de esperança e renovação, aquela vontade absurda de criar novos momento, viver novas histórias e não se prender tanto ao passado trazendo conosco apenas as lições aprendidas e  aquilo que foi bom.

Estava montado uma wishlist natalina, uma versão moderna da cartinha da infância que começava com Querido Papel Noel...  E me dei conta que gostaria de muitas coisas materiais que tive que separar as mais desejadas. Quando terminei me dei conta que nada daquilo que foi listado era algo essencial e  a lista de tornou um pouco vazia e me fez repensar qual a necessidade daquilo tudo?

Acho que isso é muito comum na nossa vida as vezes passamos tanto tempo desejado algo, que as vezes esquecemos o real motivo que nos fez aquilo. Muitas vezes nem era uma vontade realmente nossa, na maioria é algo que é colocado em nossas vidas aos poucos pela mídia até acreditarmos que aquilo realmente foi uma escolha puramente nossa. E assim com nosso sentimentos se  pararmos para refletir muitas fezes nos prendemos a sentimentos, pessoas, momentos que não são essenciais para nossa vida, as vezes é apenas uma capricho de alguém que tentamos realizar mesmo que inconscientemente, um desejo de infância/ adolescência que não cabe mais na nossa vida adulta que carregamos tanto tempo conosco que já faz parte de quem somos e é complicado de desapegar.  

Vamos aproveitar que o ano está em contagem regressiva e vamos fechar mais este ciclo para podemos (re)começar.  Pegue papel e caneta (vamos fazer isso a moda antiga e deixa tudo mais real) e de um lado da folha liste tudo aquilo que você deseja conquistar e tudo aquilo que você deseja obter, algo como uma lista do ser e uma do ter. No final da lista pense no seu agora e naquilo que da lista você hoje. Agora imagine a pessoa que você quer ser ano que vem (afinal todo mundo busca ser a melhor versão de si mesmo) e em outro papel liste o o que das duas listas realmente precisa e que levar com você. Quando colocamos no papel fica mais fácil visualizar e colocar em prática, quando vemos nossa letra no papel é uma prova a mais que aquilo ali realmente é nosso, é algo pessoal, significativo.

Fazendo meu balanço final tudo que desejo neste Natal (e nos próximos que estão por vir) é poder ter folhas em branco suficientes para continuar escrevendo, não quero nada com linhas definidas nem com desenhos pré-estabelecidos. Quero poder ter a liberdade de desenhar do meu jeito e colorir conforme as minhas vontades. Deixar as linhas um pouco de lado, porque as vezes nem sempre a vida é linear e sair um pouco da linha faz parte!

Este post é uma adaptação dos temas propostos este mês na blogagem coletiva do grupo Irmandade das Blogueiras e do Blogueiros Geeks

Você Pode Gostar Também

3 comentários

  1. Que wishlist mais linda! Todo ano eu faço isto de listar quem eu sou hoje (tudo o que conquistei durante o ano) e aonde quero chegar.
    Este ano por exemplo, juntando todo dinheiro possível para uma viajar, aprendi a encarar os desejos materiais de outro jeito. Eu preciso mesmo disto? Vou usar muito? Ou é uma moda que vai passar?...

    Eu adorei a sua reflexão <3
    Um beijo,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
  2. Concordo com vc, qishilist sempre existirão, essa ânsia da gnt por coisas materiais é o desejo de querer suprir alguma coisa não?
    A procura não de algo q n temos, mas de algo q foi perdido

    ResponderExcluir
  3. Que lindo! Concordo contigo, e com certeza irei fazer a minha lista tbm *-* Acho importante faze-la todo ano, para reflexão do ano que se passou, das atitudes que tomamos e foco nas novas oportunidades de um novo ano. Amei seu texto!

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.