Moderna à moda antiga

terça-feira, novembro 10, 2015


Sempre fui uma garota que faz a linha moderna e desencanada e dizem que a gente não deve se desculpar por ser quem se é, mas sei lá as vezes eu sou tão eu, que transbordo afogando comigo todos os que estão ao meu redor. Então cheguei a conclusão que lhe devo no mínimo desculpas. 

Me desculpe por nunca ter conseguido ser aquela moça à moda antiga que você tanto queria ter ao seu lado. Me perdoe por te arrastar para minha bagunça sem ao menos ter deixado sinais para sinalizar os perigos envolvidos. Não me leve a mal, mas eu nunca quis que as coisas terminassem da maneira que terminaram. Juro que se eu soubesse que as coisas tomaria esse rumo jamais teria trocado olhares e sorrisos  despretensiosos contigo naquele barzinho, muito menos lhe dado meu telefone para um futuro encontro. 

Sabe eu nunca fui muito boa quando o assunto é amor. Desde cedo aprendi que ele é uma fraqueza e que mulheres bem resolvidas não devem colocar sua felicidade nas mãos de um homem, concordo que dizer isto agora não justifica tudo o que eu fiz. Mas cara o que foi que você fez com a minha vida!? Eu que me achava uma pessoa feliz descobri que eu nunca tinha chegado perto da real felicidade e como isso me assustou, na verdade ainda me assusta. Sei que meti os pés pelas mãos e sinceramente não sei como as coisas puderem dar tão certo e errado ao mesmo tempo. Mas você sabe eu sou desastrada sempre acabo quebrando as coisas e com seu coração não foi diferente. 

Já faz um ano eu sei, não faz sentido eu reaparecer agora. Me disseram que você encontrou alguém, mas que não é nada sério. Saber disso doeu e ainda doí. Não porque você encontrou outro alguém, não por saber que você está seguindo em frente. Doí saber que fui eu que te deixou assim procurando em outras forças para reconstruir, para aprender a confiar e quem sabe um dia voltar a amar. E apesar de tudo eu espero que você encontre alguém capaz de juntas todos os pedacinhos que eu deixei espalhados por aí e te faça feliz, mas feliz de verdade daquele jeito que você me ensinou a ser!

Pois é, e quem diria que eu estaria aqui uma garota moderna utilizando de um recurso tão antigo para te dizer aquilo que nunca foi dito. Não sei se você irá ler esta carta, se fosse eu não leria, mas eu precisava te escrever. Para poder te deixar ir, para poder me libertar. Afinal por medo de me perder eu te perdi, entre outras coisas que não me cabe dizer aqui. E dentre tudo aquilo que nós tínhamos a única coisa que me restou e que me recuso a abrir mão é todo amor envolvido e a saudade que você me deixou como lembrete de um tempo que eu fui feliz e que por descuido ou sina deixei ir... 


Você Pode Gostar Também

3 comentários

  1. O texto é lindo, mas não devemos nos desculpar por sermos quem somos. Temos que ter orgulho de nossos atos, do nosso jeito, de nos pertencer... Beijos

    ResponderExcluir
  2. Texto lindo, parabens! como o comentário anterior, eu concordo, não se desculpe pelo o que você é, as pessoas tem que te aceitar assim! Beijos.
    Ah, te marquei em uma tag http://m-eusvicios.blogspot.com.br/2015/11/tag-filmes-de-terror.html depois da uma olhadinha!

    m-eusvicios.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.