Tudo Mudar

segunda-feira, fevereiro 09, 2015


autoestima


       Olho para você e não te reconheço mais. Na verdade consigo ver aqueles velhos traços, até então tão familiares e agora tão distantes. Parece que foi ontem, mas faz tanto tempo...  Sinto falta daquele seu jeito travesso, do teu olhar curioso e aquela sua vontade louca de mudar o mundo que era tão sua.  Se a gente soubesse que nossos caminhos seriam tão tortuosos, que éramos pedras brutas que a vida iria lapidar. Quem poderia imaginar...

          Em meio a tantos eu, você e nós, foram muitos encontros e desencontros, lágrimas e sorrisos. Eu mudei e você ainda mais, não somos mais os mesmos. Te olho e não reconheço, e um filme passa em minha cabeça. Fico triste e feliz, tudo ao mesmo tempo. Triste por não ver mais aquela menina e feliz por encontrar no lugar dela uma mulher. 

        Quando foi que você amadureceu tanto a ponto de esconder tão bem seu medo e aquela velha insegurança que já fazia parte de quem você era?  Quando foi que eu me perdi de você que não percebi você mudar? Me conta teu segredo, me ensina a ser assim, saber seguir em frente não se prendendo e aprendendo com o passado. Me explica como sobreviver as dores a viver de amores. Não te reconheço mais, e apesar ou por causa disso te admiro muito mais, eu acho que posso me acostumar com o seu novo "eu", na verdade eu já me acostumei, você mudou, eu mudei!

Você Pode Gostar Também

1 comentários

  1. Às vezes me sinto assim em relação a algumas pessoas. Não fico feliz por todas e não sei se devo ficar tão feliz por mim. A gente amadurece, mas perde tanta coisa...

    Eu, Garota Anônima

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.