Vida de Universitário XV

sexta-feira, setembro 05, 2014

1-Qual seu nome e idade? E nos conto um pouco sobre a sua escolha do curso. 
Meu nome é Érica Monteiro e tenho 19 anos. Escolher o curso que vai definir a sua vida é muito complicado, por isso, pedi conselhos a meus professores do ensino médio, alguns amigos mais velhos e aos meus pais. Mas sempre tinha na mente que a decisão tinha que ser minha e unicamente minha. Minha mãe queria que eu fizesse letras ou direito, meu pai queria que eu fizesse medicina.

2-Qual curso você faz e qual semestre está cursando? Sua faculdade é pública ou particular? 
No fim das contas, faço Engenharia Sanitária e Ambiental e vou começar o segundo semestre na semana que vem na UFBA (Universidade Federal do Estado da Bahia).

3-Este é o curso que você queria desde o Início?
Na verdade, na época que fiz curso técnico em Petroquímica eu queria fazer engenharia química (cheguei a cursar um ano em uma faculdade particular como bolsista) mas aí eu fiz o ENEM e acabei mudando de curso, e olha, estou muito mais feliz agora. 

4-Quais eram sua impressão sobre o curso antes e agora que está finalmente o cursando? 
Minha impressão ainda não mudou. Eu me vejo me formando uma engenheira que pensa primeiro no mundo que me cerca e depois nos lucros. Gosto de pensar que meu curso vai me dar base para desenvolver tecnologias sustentáveis. 

5-O curso que você queria tinha em sua cidade/estado ou você teve que se mudar para outro lugar? 
Como eu moro em Salvador, o curso tinha aqui na minha cidade. Porém eu moro há quase duas horas da faculdade.
6-Com a mudança do ensino médio para faculdade existe algumas diferenças. 
Sim. Gente, o que mais muda é o comportamento dos professores. Pelo menos na faculdade que eu faço. Na minha escola os professores eram severos mas eram preocupados com nosso desempenho, e sabiam quem tinha dificuldade ou não. Na faculdade, o professor entra na sala, dá o conteúdo do dia, três exemplos simples, e acabou a aula. É basicamente um "se vire para entender os cálculos" e a maioria das perguntas são respondidas com " você deveria ter aprendido isso no ensino médio". Dê adeus aos seus fim de semana, ao menos nas vésperas das provas. 

7-Qual sua dica para quem vai prestar vestibular em breve? Qual foi a estratégia de estudo que você usou e aprovou?  
Fique calmo. O que você sabe, sabe. Pule as questões que você não sabe de cara para poder voltar depois. Na redação tenho uma dica master de um professor meu: Sempre que der, insira no seu texto: dados históricos, referências a estatísticas e o mais importante: cite pessoas renomadas na sua redação. Obviamente, tudo isso com lógica. 
No ENEM de 2012, por exemplo, o tema era imigração e eu citei a época da imigração por causa das produções de café e em seguida, citei a Zélia Gattai (esposa de Jorge Amado, filha de imigrantes, que escreveu livros sobre a história da sua família). Enfim, tirei 920 na redação (isso coloca a nota lá em cima na disputa por uma vaga).

8-Fale um pouco do seu curso, como é a grade, as possibilidades de mercado, vantagens e desvantagens?  
Inicialmente, tem todos os cálculos, as físicas, a biologia e etc. Depois entram as específicas de meio ambiente e de sanitarismo (prevenção a poluição, ecologia e outras). Pode-se trabalhar tanto na área de sanitarismo (montar sistemas de saneamento básico, ou de aterros sanitários) e ainda na área de licenciamento ambiental, prevenção a poluição entre outros. 

A vantagem é que você ganha um olhar mais amplo sobre as questões de impacto humano no meio ambiente e saber como lidar com isso de maneira correta e a desvantagem é que sempre terá a pressão das empreiteiras, por exemplo, para que se aprove os projetos de qualquer jeito. Mas quem tem a caneta é o engenheiro, e é decisão dele, aprovar algo ou não. 

9- Conte nos um pouco sobre a sensação desta nova fase, o que mudou em sua vida? A e também nos conte como foi seu trote? 
Eu sempre gostei muito de aprender, estudar. Na faculdade, parece que cada esquina que a gente vira tem algo novo para aprender. A sensação de estar sempre aprendendo, mesmo fora da sala, é muito legal. Fora as amizades que são muito diferentes das que eu tinha no colégio. 

Perdi meu trote :((((( Não sabia a data e tive que faltar por causa do meu curso técnico. Meus colegas de turma ficam falando que vão me dar trote quando entrar a próxima turma no ano que vem, haha. 

10-O que você poderia dizer para nossos leitores, que você acha importante para quem esta fazendo vestibular e para aqueles que já estão na universidade?

Tenha certeza de que o que você está fazendo é por você, e não pelos outros. E quando bater aquele medo, aquela dificuldade, lembra daquela frase do Dumbledore (que aliás eu tenho anotada no meu caderno): É É possível encontrar a felicidade mesmo nas horas mais sombrias, se lembrar de acender a luz

Você Pode Gostar Também

2 comentários

  1. Adoreeeeeei! Uma conterranea!! Tb faço UFBA, só que odonto! Bjs

    http://www.radarmexeriqueiro.com/2014/09/conhecendo-toronto-botanical-gardens.html

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do post e da tag. Bem importante para quem pensa na profissão a seguir, ver as impressões dos alunos. Adorei!

    Bjoks

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.