O melhor que há em mim

segunda-feira, junho 02, 2014

Flower tiara

Poderia ser uma segunda-feira como qualquer outra, se não fosse pelo fato de eu ter acordado me sentido diferente. Acordei uma vontade de ser alguém melhor, de ser feliz e de fazer feliz, e nessa ânsia por coisas boas fiz um trato comigo mesma: “Essa semana irei espalhar apenas coisas boas e não vou reclamar se algo der errado”.

Parecia simples. Tomei um banho e coloquei a roupa mais alegre que eu tinha no guarda- roupa, um vestido florido presente da minha mãe que até então nunca tinha usado. Ao sair de casa dei bom dia ao porteiro, ao motorista do ônibus, e pra todas as pessoas as pessoas que cruzavam o meu caminho, em especial para a senhorinha mal humorada da banquinha de jornal.  


Tentei ser o mais prestativa possível, disse palavras carinhosas e motivadoras, era só sorrisos. No final do dia cheguei em casa me sentindo a pessoa mais feliz do mundo. Mas a felicidade durou pouco tempo.

Era quarta-feira e eu ouvia as pessoas ao meu redor cochichando sobre mim coisas como: “Essa menina está querendo algum coisa...”, “Será que ela está usando drogas?”, “Felicidade demais não pode ser coisa boa.”, “Olha só quanta falsidade, querendo ser legal com todo mundo.”,  “Como ela é hipócrita, até parece que a vida é maravilhosa.”  E ao chegar em casa em me senti a pior pessoa do mundo.

Sexta-feira eu cheguei a conclusão que as pessoas precisam de coisas boas, mas nem todas merecem. E que não importava o quão boa eu tentasse ser nunca seria suficiente, mas que toda a minha tentativa seria válida enquanto eu chegasse em casa com um sorriso no rosto e o coração leve. Hoje aquela senhorinha mal humorada da banquinha de jornal me deu bom dia e disse como o dia estava lindo. Um carinha que eu até então nunca tinha visto me deu uma flor e disse como eu deixava tudo mais iluminado com minha forma de ver a vida. Uma garota da minha turma que nunca foi minha amiga me deu um abraço e disse obrigada por eu ter reparado que ela não estava muito bem no início da semana e estava com vergonha demais para pedir ajuda.  E sabe são coisas assim que toda vez que eu penso em desistir me fazem ter força para continuar, pois a vida pode ser boa se assim você fizer e quiser. 

Você Pode Gostar Também

1 comentários

  1. Oi flor, tudo bem?

    Seu texto foi linda! Sinceramente? Tem dias que acordo com a mesma vontade, dou o meu melhor, mas é isso mesmo: Tem gente que não merece. Mas de qualquer modo, tento dar o meu melhor pra todos. Principalmente pros que não merecem... Eles, geralmente, são os que mais precisam.
    Favoritei: “Essa semana irei espalhar apenas coisas boas e não vou reclamar se algo der errado”.

    Beijos
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.