>>>>>DICAS DE MODA<<<<<: ESTILO LADY DI

domingo, agosto 11, 2013

          

  • Estilo Diana:
Nomes usados  pela Princesa de Gales/Lady Di/Diana/Lady Diana Frances Spencer/Princesa Diana/Princesa do Povo:


Poderia escrever toda a historia da Princesa de Gales, os fatos que antecederam sua morte e posteriores a ela, só que precisei de uma única frase para descrever tudo o que ela foi para a moda, para o mundo e para a historia.
"Em 1987, quando muitos acreditavam que a AIDS poderia ser contraída através do toque, a Princesa Diana sentou-se numa cama onde deitava um aidético e segurou sua mão. Ela mostrou ao mundo que as pessoas com AIDS não mereciam o isolamento, mas sim compaixão. Isso ajudou a mudar a opinião do mundo, ajudou as pessoas com AIDS, e também ajudou a salvar as pessoas em risco".
 Essa foi uma das batalhas humanitárias, que a princesa travou em sua trajetória enquanto esteve ao lado do trono inglês.
"A luta contra as minas terrestres foi outro projeto que recebeu o apoio e o empenho de Diana. Para promover suas ideias de que as minas terrestres causavam prejuízos à humanidade, ela viajou para África, em janeiro de 1997, trabalhando como uma voluntária do Comitê Internacional da Cruz Vermelha. Diana visitou sobreviventes das explosões de minas terrestres em hospitais, excursionou projetos organizados pela HALO Trust e compareceu em aulas de conhecimento sobre minas terrestres que ameaçavam casas e vilarejos.

Em agosto do mesmo ano, Diana visitou a Bósnia com o Landmine Survivors Network. A princesa tinha interesse em evitar os prejuízos que as minas causavam às pessoas, especialmente às crianças. Como resultado do empenho de Diana, foi asinado, por apelo da Organização das Nações Unidas, o Tratado de Ottawa, que proíbe o uso, a produção, a estocagem e a transferência de minas terrestres".



Os títulos usados pela Lady Di enquanto casada foram: 

  • 1961-1975: A Honorável Diana Frances Spencer (por ser filha de um Visconde)
  • 1975-1981: Lady Diana Frances Spencer (título herdado após seu pai ter se tornado Conde)
  • 1981-1996: Sua Alteza Real a Princesa de Gales (títulos recebidos no casamento com o Príncipe de Gales)
  • 1996-1997: Diana, Princesa de Gales (após divórcio, mas ainda membro da Família Real) 
  • O título completo de Diana, enquanto esteve casada com o príncipe Carlos, era Sua Alteza Real a Princesa de Gales, Condessa de Chester, Duquesa da Cornualha, Duquesa de Rothesay, Condessa de Carrick, Baronesa de Renfrew, Senhora das Ilhas e Princesa da Escócia.
Vamos a parte do estilo da Diana:

Referencia em todos os continentes, alterou o gosto feminino, foi e ainda é marca registrada no universo da moda.  
Sempre que se fala sobre pessoas que marcaram o mundo da moda, um dos nomes que logo vem à cabeça é o da princesa Diana.Alçada ao posto de ‘rainha do povo’ por seus trabalhos sociais, Diana se tornou um verdadeiro ícone de estilo, desde o momento em que pisou na Saint Paul’s Cathedral, em Londres, para casar-se com o príncipe Charles.Era alí que a jovem tímida de 19 anos daria os primeiros passos para tornar-se uma celebridade e, principalmente, uma referência no mundo da moda.
Vamos retomar um pouco os looks que a sacramentaram como uma das mulheres mais elegantes da história e que inspiraram (e inspiram) até hoje.
O famoso vestido de casamento, criado por David e Elizabeth Emanuel, entrou para a história e foi muito copiado pelas noivas da época; em 1982, grávida de William, ela vestiu criação do estilista inglês Bruce Oldfield; o vestido Bruce Oldfield que Diana usou em 1985 contava com ombreiras proeminentes, o que se tornaria uma de suas marcas registradas.
O vestido Victor Edelstein que Diana usou em 1985 foi uma criação dela em parceria com o estilista e se tornou famoso por estampar a capa do catálogo de um leilão da Christie’s promovido pela princesa; o look usado em visita à Australia tornou-se famoso por um detalhe inusitado: ao ver que não havia levado sua coroa, Diana improvisou uma tiara com sua gargantilha de diamantes e esmeralda, presente da Rainha Elizabeth; Diana vestiu o longo de Victor Edelstein em visita à Casa Branca – foi nesse evento que John Travolta tirou a princesa para dançar e os dois deram um show na pista de dança; assim como a nora Kate Middleton, Lady Di também era adepta aos chapéus, acessório típico da aristocracia inglesa.
O vestido bordado da estilista inglesa Catherine Walker, uma de suas favoritas, foi encurtado alguns anos depois – Diana tinha o hábito de customizar alguns de seus vestidos e usá-los novamente; o vestido branco, também criação de Catherine, recebeu da mídia o apelido de ‘Elvis’ por causa da gola; o longo florido, que Diana vestiu durante visita ao Canadá, também era da estilista e ganhou a companhia de uma gargantilha de pérolas que Diana usou em outras ocasiões; para um concerto, Diana escolheu longo vermelho de outro estilista inglês que adorava, Victor Edelstein.
Outra marca registrada de Diana eram os tailleurs, como o verde-esmeralda que vestiu em visita a Seoul, na Coréia do Sul; o look pink marcou época em uma das primeiras aparições de Diana após o fim do casamento com Charles, em 1993; um fato curioso sobre a realeza, que pode justificar também as escolhas de look de Kate Middleton, é que a princesa Diana tinha como ‘função’ vestir criações de estilistas ingleses para estimular a economia do país; depois do divórcio, Diana passou a ser vista com mais frequência com looks de grifes internacionais como Christian Lacroix (vestido vermelho) e Versace (vestido branco); mas a nova ‘liberdade fashion’ da princesa não impediu que escolhesse um sexy Catherine Walker.


O pretinho nada básico da estilista grega Christina Stambolian, que Lady Di usou em uma exposição na Serpentine Gallery, recebeu a companhia da famosa gargantilha de pérolas que falamos anteriormente; mais um tailleur pink, dessa vez criado especialmente para ela pelo amigo Gianni Versace e combinado com chapéu de Philip Somerville; o traje indiano foi presente da amiga socialite Jemima Khan; um dos looks mais famosos de Diana foi a calça cáqui com camisa jeans que usou durante visita às vítimas de minas terrestres na África, e que marcou sua imagem como ‘princesa do povo’; o vestido bordado de Catherine Walker, usado pela princesa em 1997, mesmo ano em que faleceu vítima de um acidente de carro em Paris.
  • Outros modelos ousados pela Princesa e pela Naomi Watts no Filme "DIANA".
  • O cabelo curto foi a principal referencia da princesa:

                  

                  

  

             


                                        













Outra referencia eram os vestidos e os famosos terninhos coloridos, o chapéu combinando com
os look escolhido pela realeza:

























































 

Bjus, D. Santos.   
COMPARTILHE: #PROFANOFEMININO  
                      https://twitter.com/BLOGDSANTOS

Você Pode Gostar Também

1 comentários

  1. Lady Di era de uma elegância impar. Gostei do post flor. =)

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.