Now is good

terça-feira, março 05, 2013

Há tempos um filme não mexia tanto comigo e esse é aquele tipo de filme em que você assiste e fica pensando por muito tempo nele e não resiste e tem que compartilhar com alguém, e é isso que estou fazendo  agora. E não. Este não é apenas mais um filme sobre câncer. 

SINOPSE: Tessa, é uma adolescente de 17 anos apaixonada pela vida. Diagnosticada com uma doença terminal, ela decide fazer bom uso de cada momento fazendo uma lista de coisas que uma adolescente normal iria experimentar. Com a ajuda de uma amiga, ela começa a pôr em prática os itens da lista e, enquanto seus pais e seu irmão lidam com o medo de perdê-la de suas próprias maneiras, Tessa passa a explorar um mundo novo e viver cada dia o mais intensamente possível. No entremeio, a garota se apaixona por Adam, seu novo vizinho, item que não estava na lista mas que se prova a mais revigorante experiência de todas.
Como a própria sinopse mostra Tessa é uma adolescente com um câncer terminal que tentar aproveitar da melhor maneira o pouco tempo que lhe resta, e apesar de todo o desconforto e algumas limitações que a doença apresenta de uma coisa ela tem certeza: Não deixar de viver apenas porque se está prestes a morrer. 

No decorrer do filme vamos acompanhando toda as tentativa de realizar os itens da lista, as descobertas e todo o drama familiar causado pela doença e etc. 

Este não é um filme feliz, daqueles que vão lhe arrancar várias risadas, mas sim daqueles que te fazem suspirar, sentir aquele aperto no peito que só é aliviado quando as lágrimas escorrem dos olhos. Que te faz pensar na vida, na sua vida e a maneira como você a está conduzindo. 

"Momentos, a vida não é nada, mas uma série de momentos. Uma jornada para o final. Deixe-os ir, deixe todos eles irem. Isso aqui agora é um momento, momentos estão se juntando para esse".

O que mais gostei nele é que ele mostra que as vezes o ser humano precisa estar a beira da morte para se dar conta que é preciso viver não apenas existir. Atualmente nós ficamos experts em arrumar desculpas para adiar planos, a vida que anda muito corrida, nunca sobra tempo ou dinheiro e por ai vai. Mas infelizmente o tempo não volta, o dinheiro não pode comprar tudo e há certas experiencias que a gente só vive uma vez. Então que tal reservar um momento do seu dia para fazer aquilo que lê da prazer e te faz se sentir vivo.  E quem sabe em desses momentos se dê a chance de assistir ao filme e tire suas próprias conclusões e lições. 



👍 Avaliação final: 

Curiosidade: O filme é baseado no livro “Antes de Morrer”, da Jenny Downhan, lançado aqui no Brasil pela Editora Agir. Infelizmente ainda não li então não posso fazer nenhum comparação. Mas o filme é muito bom então acredito que o livro seja tão bom quanto ou melhor, o que geralmente acontece quando o livro é adaptado para o cinema. 

E ai alguém já assistiu ao filme ou leu o livro?


Você Pode Gostar Também

1 comentários

  1. Finalmente consegui tempo para cá vir uppiii :D

    Desculpa imenso querida mas só consegui tempo agora para cá vir. Infelizmente, sou só uma e ainda não me desdobro, espero que compreendas. É pena o dia não ter mais umas horitas... (Não querias imaginar a hora que são neste momento em Portugal...)
    Tenho mais 20 postes para ler que vou tentar ler o mais depressa possível.

    Gostei do que li sobre o filme e espero o conseguir ver mas sinceramente não sei se neste momento tenho capacidade emocional para o ver porque infelizmente vivi e ainda vivo esse drama na minha própria casa...
    Mas acho que me fazia bem ver esse filme pelas lições que transmite portanto este fim-de-semana vou tentar vê-lo com o meu namorado. Vou chorar imenso mas azar...
    Depois passo cá para dar o meu feedback sobre o filme =)

    Beijinhos

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.