A gente se entende

segunda-feira, janeiro 07, 2013

Tumblr_mgabgo5s8j1s0v5ejo1_500_large
Eu poderia estar escrevendo um daqueles textões, super clichês que vocês costumam ver por aí e já estão cansadas de ler. Hoje, eu resolvi vim fazer algo diferente, aproveitando que 2013 ta começando e vocês podem começar de novo, junto com ele. Estou falando de coração pra vocês, minhas leitoras lindas! Sabe, a gente faz um bando de coisas, se arrepende depois, a gente corre atrás de quem não merece, sofremos, choramos e choramos mais, achamos que não somos o bastante pra "ele" e acrescentamos mil defeitos que nem temos. Somos cobradas pra sermos as garotas perfeitas, que não podem pegar todos na balada e nem beber, porque diz a lenda que mulher
que bebe não presta e coisa e tal, e tal e coisa, e êee sociedade machista, não é verdade? Pois é! Vai dizer isso pra eles, pra ele, pra ela, pra seu pai e mãe que ainda te enxergam como um baby. A sombrancelha tem uma falha, o cabelo caí e as pontas duplas são eternas, não há hidratação milagrosa e cara que resolva, não é? A vida social é diferente, o Facebook já não tem mais graça, o Tumblr virou moda, o Youtube é bom, mas é ruim ao mesmo tempo. O MSN virou lenda e olha que eu achava que não. As unhas quebram, os pelos crescem, os olhos coçam de sono e borram a maquiagem que te deixa camuflada. Chora olhando pro espelho pra não se sentir tão só e sente pena de sí mesma, porque acha que não merece passar por aquilo que está passando. A mesma música, milhares de vezes, o mesmo nome na cabeça por dias, a sms que não chega, a esperança que não morre, nunca! Se não for com esse tal, vai ser com outro fulano, que está longe da perfeição, mas você o encherga assim. Pai ciumento, irmão brigão, irmã que quer ser melhor que você ou igual a você e ainda assim, te ama muito. Porque é sempre assim, ninguém te entende, ninguém sabe o que você está sentindo, mas todo mundo quer dar opinião. A gente tenta, tenta, tenta e continua tentando acertar durante a vida inteira. Queremos a roupa que vimos numa garota num blog, queremos aprender a tocar violão ou namorar um menino que saiba tocar. Queremos ter coragem pra fazer tatuagem e ainda assim, queremos ser femininas, meigas, com um pouco de rebeldia, malícia, esperteza. A gente tenta e tenta novamente, dessa vez pra ser diferente e não fazer igual a maioria, acreditar em sí mesmo, ser necessária pra alguém, fazer com que sintam a nossa falta, e ser a falta de alguém especial. Sabe, não falei nenhuma mentira... Minhas leitoras, esse texto foi feito por mim, agora, numa "conversa" com vocês. Aceito qualquer pensamento de vocês a respeito, mas entendam: Eu sou assim, desse jeitinho mesmo e tenham a certeza, nenhuma de vocês está sozinha, nunca nesse mundo! Ou pela força maior que a todos nós protege, ou por qualquer outra coisa que temos conosco. É possível mudar, realizar, fazer com que se torne real, beleza? Bom dia, boa tarde, boa noite! Se refaçam, se comuniquem, se identifiquem. Um super beijo!

Você Pode Gostar Também

2 comentários

  1. Realmente é muito difícil ser mulher nesta nossa eterna sociedade machista que cobra a perfeição da alma feminina.Mas que perfeição é essa?Ser perfeita seria ter que seguir os ditames e regras criadas pelos senhores feudais desta mesma sociedade patriarcal que acabei de citar nas linhas acima neste meu comentário e que tu citastes brevemente em teu texto?Que senhores feudais são esses?Ora, quem poderia não ser do que os homens,o próprio macho-humano que nos alicerces do seu porco-chauvinismo ergueu tal sociedade?Homem que bebe muito e cata um monte de garotas na balada é macho,é garanhão dos bons,entretanto se uma garota faz algo semelhante ela é classificada como "puta" infelizmente. Mas eu acredito que a cada dia a mulher está e estará mudando esse estado de coisas. Beijos poéticos.

    ResponderExcluir
  2. A gente vai crescendo e se surpreendendo/alegrando/decepcionando com cada coisa nova que surge. Lindo o texto.
    Beijos,
    www.theattitudeincluded.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.