A dor que vai e volta

segunda-feira, fevereiro 27, 2012

401177_147901398659072_140333682749177_208663_1673396453_n_large
Incrível, que a inspiração aparece quando estamos tristes ou passando por alguma situação, seja ela amorosa, dolorosa, ou algum instante de alegria. O fato é que do nada, ficamos tristes e começa a passar um filme em nossa mente, com tudo aquilo que um dia já fizemos na vida. Pois é.. a vida é dura, não é mesmo? Passamos por tantas coisas, esquecemos de pessoas importantes nas nossas vidas por um dia e no outro, elas já nos tratam diferentes, sem ao menos procurar saber o motivo do esquecimento, como se eles também não tivessem problemas, intrigas, dificuldades no seu dia-a-dia. A gente se pega chorando do nada, mas é do nada mesmo. Quando percebemos que não estamos namorando como a maioria das amigas, que não temos o corpo perfeito como o da vizinha, que não ganhamos sempre em tudo. Mas é isso que vamos encontrar, dia após dia, desafios.. que não param de aparecer e ficarem cada vez mais difíceis de serem vencidos. Escutar aquela música que um dia era trilha sonora do seu romance, hoje já se torna tortura, já que as lembranças veem junto com cada frase, cada agudo. É complicado, se jogar num mar de tristeza sem fim, procurar razões pra amar e se amar e fingir não achar, ou não achar o que se quer. Procurar motivos pra sorrir e talvez não achar graça em nada, pois tudo já caiu na rotina. Esse é o estágio da vida em que não vemos mais graça nas mesmas coisas e que precisamos bater as asas e voar.. voar pra encontrar a felicidade. 

E vocês meninas, quantas vezes já se sentiram assim? Comentem! 

Você Pode Gostar Também

5 comentários

  1. lindo o texto :(
    Muito dificil e ruim, mas ao mesmo tempo muito comum passar por isso. Pelo menos serve como aprendizado e como experiencia.
    boa semana
    ;*

    ResponderExcluir
  2. Só consigo pensar no trecho de uma música: "e a tristeza parece poesia" (Sonho de uma flauta, de O Teatro Mágico).

    ResponderExcluir
  3. Ficar triste não é mesmo uma sensação boa, em vez de ficar triste, temos que aproveitar o que temos ainda para viver e aproveitar esses momentos! Adorei,
    Beijos,seguindo
    http://unejeunefillesentimentale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. de vez em quando, fico assim triste por situações que passo, passei e penso como pude agir daquela maneira, que poderia ser tudo diferente na minha vida! mas, então, me lembro que ainda posso mudar o curso da minha vida e é isso que vou fazer!

    ResponderExcluir
  5. A vida é feita de desafios! A algumas horas atrás eu vi um texto no blog Senhorita Liberdade, falando sobre a tristeza, e o que devemos fazer é vencer esses desafios e ser feliz, não podemos deixar a tristeza nos abalar =D
    Tem tanta coisa que a gente pode ser feliz, pra que lembrar das tristezas?
    Eu, por exemplo, ficava super triste vendo que eu não era a mais bonita (me achava feia, por ser magrela, e também colocava defeito em tudo em mim), a mais popular e nem a mais legal. Tinha dias que eu ficava sozinha nos recreios, nas aulas vagas, e eu ficava bem trite. Superei esse desafio, agora estou de bem comigo mesma (não estou lá aquela perfeição, mas dei uma boa melhorada na minha aparência!), virei uma palhaça kkk, e agora sempre estou com meus amigos (é claro, se todos resolverem faltar no mesmo dia, lá vou eu ficar sozinha de novo rsrs)!

    A vida é desafios, e para ser feliz, é só saber vencê-los!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Olá! Sua opinião é muito importante para nós, fique a vontade para comentar. Obrigada pela visita! Volte sempre.